Nos posts anteriores descrevemos a fundo sobre os outros vilões do conforto térmico.Abordamos como a convecção e a condução, atuam para deixar seu ambiente sem conforto térmico, e agora falaremos da radiação. Além disso, anteriormente definimos que calor é energia em trânsito. Ou seja, que o quente, ou tem mais energia, sempre persegue o frio, ou onde tem menos energia, independentemente do sistema. Sabemos que os outros vilões do conforto térmico representam em média apenas 30% de toda transferência de calor. Assim acontece em edifícios, galpões, casas, barracões, contêineres e outros ambientes. Dessa forma, vamos te mostrar como a radiação é o vilão principal. Ou seja, o Coringa para o Batman, Lex Luthor do Super-Homem, o Duende Verde da Homem-Aranha, na transferência de calor.

O que é Radiação?

Na termodinâmica, ou o campo da ciência que estuda calor, é de onde baseamos nossos conceitos e ideias. Outra referência nossa são as tecnologias desenvolvidas pela NASA na exploração espacial. No espaço nada é mais importante que o controle da temperatura. Uma boa definição do termo radiação é: a forma de transferência de calor que acontece sem necessidade de matéria física. Como por exemplo, a luz solar é um ótimo exemplo de radiação.

Em temos práticos pense assim: o calor do Sol percorre milhões de quilômetros pelo espaço até chegar à Terra. Essa propagação não se dá por condução e nem por convecção. Isso acontece pois quase não existe matéria no caminho do Sol para a Terra. Nesse trajeto, o calor propaga-se no vazio apenas pela radiação, carregando a energia solar. Estas são as famosas ondas eletromagnéticas que se movem à velocidade da luz, chegando bem rápido na terra. Essa radiação é proveniente da fusão nuclear que acontece no interior do Sol. E olha o poder da nossa estrela: a superfície do Sol está extraordinariamente quente e nós sentimos na pele sua energia. No entanto, ainda assim o espaço entre a Terra e a estrela permanecem extremamente frios, justamente pela ausência de matéria para absorver o calor.

Descoberta científica

A energia transportada por radiação, por meio de ondas eletromagnéticas, leva em conta o espectro visível e invisível da luz. O grande cientista William Herschel descobriu no século XVIII que as ondas eletromagnéticas do espectro infravermelho possuem e transmitem  mais temperatura. Isso significa que ela é capaz de transmitir energia em forma de calor. tem até um experimento muito legal. Veja como foi feito o experimento neste link, mas que também foi demonstrado na série de TV Cosmos.

Vale lembrar que a maioria dos isolamentos térmicos levam em conta apenas a condução. Desta forma eles não vão barrar os raios infravermelhos, maiores responsáveis pelo calor. Além disso, todos os corpos emitem radiação, e corpos com mais energia emitem mais radiação ainda, proporcionalmente. Desta forma, um galpão que recebe a radiação solar o dia todo vai esquentar muito. Em seguida as partes quentes vão irradiar para dentro do habitante, isso se não tiver um produto de isolamento térmico adequadamente instalado.

Como ela deixa seu ambiente mais quente?

Como abordamos anteriormente, a radiação é a forma de transferência de calor mais predominante. Ela é capaz de influenciar diretamente na temperatura dos ambientes de uma casa, de um edifício. Além disso é responsável pelo calor que sentimos e quando um ambiente não é adequado para isolar o calor, ou atenuar seus efeitos. Então é preciso combater a radiação para ter-se um isolamento térmico adequado, além da condução e da convecção. Controlar as 3 formas de transferência dá nome ao 3TC justamente por ele ser capaz desse feito. Apenas desta forma é possível diminuir a transferência de calor de maneira ideal em edificações na construção civil. O que muitos fazem é tampar o sol com a peneira, ou jogar dinheiro fora com custos elevados de energia elétrica pelo uso de climatizadores.

Para esquentar seu ambiente, a radiação atua de algumas formas diferentes. Vamos explicar como isso acontece na prática. Primeiramente, ela esquentará as paredes voltadas para o sol e tetos de um ambiente. Estas estruturas vão absorvendo o calor do sol e transmitindo ele para o ambiente interno. Por isso que no verão sentimos calor de noite assim como de dia. Isso acontece pois o calor absorvido pelas estruturas durante o dia tendem a ser transmitidos de noite. Quando o ambiente externo perde a influência direta do sol, as paredes e tetos viram essa fonte de energia.

Durante o dia existem outras considerações. Uma delas tem a ver com a luz solar incidindo diretamente dentro de casa, passando por janelas, vidros, portas, vãos, etc. Para evitar que o calor tenha incidência e haja uma quebra térmica, é preciso que a construção tenha tecnologias em isolamento térmico, de preferência que controle as três formas de transferência de calor. É preciso também pensar na ventilação natural do ambiente.

Solução

No dia a dia, já temos um exemplo perfeito de como controlar as três formas de transferência de calor: com a garrafa térmica. Já falamos um pouco dessa tecnologia em outro post. As garrafas térmicas possuem um funcionamento simples, mas bastante interessante que replicamos no desenvolvimento do 3TC. Ela combina vedação com duas camadas refletivas com espaço de ar entre elas. Com isso consegue minimizar as trocas de calor por condução e convecção. Já as paredes refletivas minimizam as trocas de calor por radiação, fazendo assim com que o recipiente dentro da garrafa não seja influenciado pelo ambiente externo. É exatamente desta forma que o 3TC trabalha com eficiência e versatilidade para combater o calor, e tornar a climatização existente mais eficiente. E não apenas o 3TC foi desenvolvido desta forma, mas também a roupa dos astronautas, e o isolamento térmico utilizado pela NASA no espaço.

Agora, se você quer se proteger de todos os vilões do conforto térmico, a manta térmica 3TC é o ideal, e ela pode vir em rolos de 5mm ou 10mm para ser instalada em galpões, casas, escritórios com facilidade, velocidade e o melhor: a um custo bem acessível. Faça um orçamento ainda hoje!

Como o objetivo da 3TC é reduzir a demanda de energia e fazer mais com menos, compilamos as melhores dicas da cartilha da Cemig sobre eficiência energética.

Depois de ler nosso post sobre 3 dicas de como economizar energia em casa, em que ressaltamos a importância da eficiência energética e de comparar os aparelhos eletrônicos de acordo com ela, separamos algumas dicas da cartilha da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) para que você continue a reduzir gastos e ter uma conta de luz baixa. Realizada pelo Setor de Eficiência Energética da Superintendência de Desenvolvimento de Belo Horizonte, a cartilha traz 75 dicas divididas em equipamentos usados todos os dia em casa como computadores geladeiras, chuveiro, TV, entre outros.

Você vai perceber que mudanças de hábito simples e uma maior atenção aos eletrodomésticos geram sim economia e diferença na conta. Como todo mundo gosta de economizar, nesse post você confere as melhores dicas da publicação da Cemig sobre eficiência energética:

Procure a orientação de um profissional

Sempre destacamos que é essencial contar com uma orientação profissional ao realizar um projeto ou construção. Ao fazer as instalações elétricas, por exemplo, é necessário consultar um técnico especializado para que ele dimensione e proteja os fios de forma correta.

A instalação do ar condicionado também deve ser orientada para que a potência seja calculada de acordo com os BTU’s e o aparelho seja colocado no lugar mais adequado, evitando gastos de energia desnecessários. Outro eletrodoméstico que depende da localização correta para um bom funcionamento é a geladeira. Ela deve ser instalada longe de fontes de calor ou da exposição ao sol, com distância mínima de 15 cm de outras superfícies.

Aproveite os recursos naturais

Iluminação natural, temperatura local e o vento não devem ser ignorados. Por isso, esses fatores devem ser considerados ao projetar os ambientes, com o objetivo de aproveitá-los ao máximo antes de ligar uma luz, ventilador ou o ar condicionado. O uso de cores claras nas paredes, por exemplo, evita a necessidade de lâmpadas de maior potência, que consomem mais energia.

Quando for tomar banho e não estiver frio, deixe o chuveiro na posição “verão” e desligue o registro para ensaboar. Se possível, também instale aquecedores solares. Além de mais econômicos, eles ajudam a preservar o meio ambiente.

Compre modelos com o Selo Procel A

Seja microondas, máquina de lavar, ar condicionado, geladeira e até lâmpadas, antes de comprar qualquer aparelho é importante comparar os modelos com o Selo Procel de Economia de Energia. Esse selo compara os aparelhos de cada categoria, identificando qual os melhores em eficiência energética de acordo com o consumo de kWh.

Além disso, a eficiência energética também é indicada pela letra A, de uma escala que vai de A até G. Os modelos indicados com A consomem menos energia e possuem maior eficiência de funcionamento.

Priorize a segurança

Não adianta seguir todas as dicas e ignorar ou economizar justamente com a segurança. Para isso, é indispensável sempre ler o manual de instruções dos equipamentos e, como já falamos, contratar um profissional quando necessário. Isso evita dor de cabeça e gastos desnecessários com um possível estrago dos eletrônicos.

A utilização de Benjamim ou T deve ser evitada, pois o acúmulo de aparelhos na mesma tomada pode causar aquecimento e até mesmo provocar um curto-circuito. O mesmo vale para emendas, que inclusive podem aumentar o consumo de energia.

Manter os quadros de energia à vista e onde todos da casa saibam localizar também é algo básico e que ajuda caso haja qualquer emergência.

Além dessas informações, é sempre bom lembrar de desconectar aparelhos sem uso da tomada. Para conferir todas as 75 dicas é só acessar a cartilha completa disponível no site da Cemig.

Aproveite e também siga a 3TC no Facebook para não perder nenhum conteúdo do nosso blog.

Engenheiros projetam e constroem evento a partir de grupo de referencias e troca de informações e produtos do WhatsApp afim de potencializar os negócios dos participantes

As novas tecnologias se mostram como uma boa oportunidade para realizar negócios e chegar em clientes e parcerias que antigamente dificilmente seriam feitas. O marketing de conteúdo e os diversos canais digitais e as redes sociais possibilitam o estreitamento de parcerias, iniciativas, campanhas, e até mesmo o contato com o cliente e fornecedores. É preciso estar atento às tendências e mudanças de comportamento do público que se informa e confia cada vez mais na internet, no WhatsApp, nas redes sociais como fontes de informação confiável. Pensando exatamente nisso que um grupo de 5 amigos engenheiros criaram um grupo de WhatsApp com um objetivo: reunir empresas confiáveis que fornecem e precisam de soluções, orçamentos, serviços, produtos e mão de obra de qualidade com referência.

O propósito do grupo foi alcançado em pouco tempo, e as referências internas e externas de empresas e pessoas foi tomando proporções maiores, resultando em 3 grupos e quase 500 pessoas envolvidas e atuantes. A partir desse alcance e da inciativa dos 5 fundadores e responsáveis pelos grupos, teve-se a ideia de organizar um evento para membros dos grupos, clientes, parceiros, fornecedores e principalmente, para as pessoas do grupo se conhecerem. Dessa forma, o grupo digital tomaria forma e com os patrocinadores do evento podendo expor suas empresas, suas soluções em um fórum privilegiado, fazendo a assim contatos com clientes potenciais, firmando parcerias e aumentando o potencial dos grupos de WhatsApp 5A Engenharia. Assim sendo, no último dia 19, o evento para mais de 300 pessoas foi realizado, contando com uma ótima organização, com várias empresas patrocinadoras palestrando e com stands que falavam desde soluções inovadoras em isolamento térmico a formas de lajes, estacas de fundação, novidades em acabamentos, ferramentas e outras áreas importantes da construção civil e de reformas.

 

Dentre os profissionais que participaram, haviam, além de engenheiros, profissionais da arquitetura, do design, da nutrição, investidores, profissionais de marketing, professores, pesquisadores, e outros de diferentes áreas que se interessam direta ou indiretamente pela construção civil. A diversidade do evento, tanto no perfil dos palestrantes, participantes e também do ramo de atividade das empresas, foi um ponto positivo a ser destacado, além da facilidade e abertura de todos os profissionais em conversar e debater soluções, ideias e propostas com as mais diversas finalidades.

A 3TC Isolamento foi uma das empresas patrocinadoras do evento, tendo saído do evento com uma visão muito positiva em relação a que foi apresentado. No tempo de apresentação da 3TC, o diretor de negócios da 3TC, Ricardo Valentini, apresentou e demostrou como o calor e as mudanças climáticas vem sendo um problema para empresas e funcionários que impactam na produtividade, rentabilidade, eficiência energética. Além disso, apresentou o longo caminho de pesquisa e conhecimento técnico apurado adquirido pela empresa que depois de tantos anos chegou a uma solução genial, simples, eficiente e acessível aos mais diferentes mercados, transformando o conhecimento da NASA, e a simplicidade da garrafa térmica no melhor isolamento do mercado, eficiente e versátil.

3TC Isolamento no evento da Engenharia SA

Além das apresentações, a 3TC levou para o evento para o stand um protótipo feito de policarbonato que demonstra a eficiência de diferentes produtos e tecnologias de isolamento térmico. No evento levamos o comparativo do 3TC com a lã de vidro e a lã de rocha, outras tecnologias em isolamento que possuem uma performance bem inferior ao 3TC no quesito térmico.

Os próximos planos dos responsáveis pelo grupo Engenharia 5A são os melhores: será construido um portal e aplicativo por uma empresa desenvolvedora para trazer essa realidade e ideia do WhatsApp para um esforço e uma plataforma mais direcionada adequada para as iniciativas e dinâmicas de interação de oferta, compra e referenciamento dentro do ramo da construção civil.

Equipe, Stand e Apresentação da 3TC Isolamento

Quer saber mais sobre a 3TC? Acesse nosso Blog e fique por dentro do melhor conteúdo em sustentabilidade, engenharia, arquitetura e isolamento térmico.

Encontrar informação de qualidade sobre determinado assunto nem sempre é fácil, mesmo com a internet. Foi o que fez com que engenheiros civis começassem seus próprios blogs.

Criar conteúdos relevantes, disponibilizar informações difíceis de serem encontradas em outros sites e vontade de mostrar seus conhecimentos são alguns motivos que profissionais encontram para começar blogs sobre suas profissões. Um dos nichos crescentes são blogs sobre engenharia e, no caso desse 3 dicas, sobre a Engenharia Civil, área que acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma.

O acompanhamento profissional durante uma construção é essencial e são os engenheiros civis que vão projetar, gerenciar e executar a obra para que tudo ocorra de forma regulamentada e segura.

Se você tem dúvidas sobre a área, é um estudante ou interessado no assunto, selecionamos 3 blogs que vão te informar melhor sobre esse campo de conhecimento.

 

Engenheiro No Canteiro

O blog Engenheiro no Canteiro foi criado pelos engenheiros civis Antônio Jorge Abrahão Júnior, Fábio Karklis Diniz e Giuliano Tognetti no início de 2015 com o objetivo de divulgar conhecimento técnico confiável e bem explicado sobre a área. Dessa forma, o blog disponibiliza notícias de qualidade sobre construção civil, com dicas fáceis, respostas para dúvidas do dia a dia.

Incluindo um glossário sobre termos técnicos, informações sobre materiais de construção, revestimentos, instalações, vistorias, dentre outros, o Engenheiro No Canteiro também possui um canal no Youtube com vídeos sobre o curso, o mercado de trabalho e outros aspectos importantes da Engenharia Civil.

 

Engenharia Civil Diária

Idealizado pela engenheira civil Alessandra Rodrigues, o blog Engenharia Civil Diária, como o próprio nome fala, tem o objetivo de mostrar um pouco da vida diária desses profissionais. Mostrando que mulher também entende e muito de engenharia, os posts trazem notícias sobre construções, novas tecnologias, curiosidades com uma linguagem prática e rápida.

Desde 2015 o blog traz posts desde como fazer um cronograma para uma obra até fatos históricos sobre a Engenharia Civil e edificações famosas. Nas abas também é possível encontrar o conteúdo dividido por tópicos, incluindo uma sessão “Pergunte ao engenheiro!”. Para acompanhar tudo, basta assinar a newsletter e o Facebook do Engenharia Civil Diária.

 

O Engenheiro Civil

Ao procurar um canal que oferecesse conteúdos sobre construção civil com qualidade, simples e objetivos, os engenheiros Felipe Genovez e Leandro Tersariol, perceberam que não havia muitas opções disponíveis na internet. Resolveram então criar O Engenheiro Civil, blog que compila as últimas novidades na área de construção no Brasil e mundo.

Voltado para estudantes e profissionais da área, O Engenheiro Civil ainda tem poucos posts, mas traz conteúdos ilustrados e divididos em tópicos bem explicativos sobre construções e áreas correlatas.

Além desses sites, é possível encontrar muito conteúdo em blogs já desativados como o Blog da Engenharia Civil e em blogs feitos por alunos de faculdades, como o Blog do PET-Civil da UFJF e o Civilização Engenheira da UFC.

Gostou das sugestões? Se você também tem algum blog sobre Engenharia Civil para indicar ou quer começar o seu, conta pra gente no nosso Facebook. Aproveita também pra conferir os outros posts 3 dicas que já fizemos.

A ABNT 15575 vem para tentar padronizar e qualificar as construções no Brasil. Saiba como a 3TC encaixa-se perfeitamente nessa norma.

A Norma ABNT NBR 15575 foi criada para normatizar a construção civil e, assim, tentar melhorar a qualidade por meio de parâmetros técnicos que visam padronizar diferentes níveis de qualidade. Ela analisa a performance de materiais e métodos construtivos em geral, buscando proporcionar mais confiança na compra de imóveis aos clientes e compradores do setor imobiliário.

Nesse post, vamos mostrar quatro dos parâmetros importantes que são atendidos nas construções feitas com o 3TC.

 

1. Estanqueidade

Permite avaliar se as chamas e os gases quentes desenvolvidos no interior do ambiente em combustão são liberados por fissuras ou aberturas no elemento construtivo. Dessa forma, evita vazamentos, fazendo com que as pessoas e os objetos que se encontram na face não exposta ao fogo sejam atingidas.

 

2. Isolamento térmico

Permite avaliar se o calor transmitido por radiação e condução através da superfície do elemento construtivo pode ameaçar a segurança das pessoas dentro do imóvel. Considera-se que o isolamento térmico deixa de ser atendido quando a temperatura da face não exposta ao fogo atinge 140°C + T ambiente na média, ou 180°C + T ambiente  em qualquer ponto de medida.

O desempenho térmico correto repercute no conforto das pessoas, em condições adequadas para o sono e atividades normais em uma habitação, contribuindo ainda para a economia de energia. A avaliação de desempenho pode ser feita de forma simplificada, com base em propriedades térmicas das fachadas e das coberturas, ou por simulação computacional, onde são cotejados simultaneamente todos os elementos e fenômenos intervenientes.

 

3. Estabilidade

Permite avaliar se o elemento ou sistema construtivo não perde seu caráter funcional, ou seja, se não apresenta ruína durante o tempo de ensaio. Vale ressaltar que, no caso de componentes com função estrutural, o ensaio é realizado com atuação da carga vertical de serviço a que o elemento estará submetido na obra real.

 

4. Reação ao fogo

Os materiais isolantes térmicos e absorventes acústicos aplicados nas instalações de serviço, em redes de dutos de ventilação e ar-condicionado, em cabines ou salas de equipamentos, aparentes ou não, devem enquadrar-se nas Classes I ou II–A.

Esses são alguns dos parâmetros da Norma ABNT NBR 15575 que devem ser aplicados em edificações habitacionais. O 3TC é uma solução tecnicamente adequada e economicamente viável, que atende esses quatro requisitos. Ficou interessado? Faça um orçamento com a gente!

 

Fonte: ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas

Se você está pensando em comprar e instalar um ar condicionado, saiba antes como a convecção pode te ajudar a refrescar ainda mais o ambiente e acabar com o calor

O vilão menos falado e conhecido dos três do conforto térmico é a convecção. É Importantíssimo saber como a convecção atua antes de instalar ar condicionado ou aquecedores. Fizemos esse posto para você conhecer mais sobre a convecção e como pode ser crucial na hora de fazer uma reforma na sua casa, escritório, galpão e outras edificações, seja para instalar um ar condicionado ou escolher onde colocar uma nova janela.

1 – Definição

A convecção é definida como a transferência de energia por meio do movimento de fluidos e são considerados fluidos tanto líquidos como a água e gases como o ar. Embora o calor é inicialmente transferido pela condução, a transferência de grandes quantidades de energia nesse meio vem do movimento dos fluidos. A convecção pode ocorrer naturalmente, ou pode ser forçada por meio de influência externa ao sistema, ou de climatizadores. Na imagem abaixo de uma câmera térmica de alta precisão podemos ver como a convecção funciona.

As correntes de mais energia/calor são vistas em vermelho subindo, enquanto as correntes de menos calor ou frias descem. As partículas mais quentes dentro de um mesmo sistema são menos densas e por isso sobem, enquanto as que estão mais frias e mais densas descem. Na imagem, a fonte de calor que força a convecção está na parte inferior da imagem.

 

2 – No dia a dia

Na construção civil a convecção influencia muito na temperatura interna de um cômodo e no conforto térmico de quem habita. Quando um ambiente sofre com a ação da temperatura externa (sem isolamento térmico adequado) haverá uma troca de energia natural no ar, a convecção natural do ambiente, que aumentará a temperatura interna do ambiente.

Normalmente, para resolver este problema, as pessoas compram climatizadores: aquecedores, ar condicionado ou outros aparelhos que visam o controle da temperatura. Se este é o caso, é preciso levar em consideração o ideal posicionamento do aparelho por conta da convecção natural dos fluidos. O ar de um ambiente sem isolamento térmico adequado é totalmente influenciado por esse tipo de transferência de calor e atrapalha seu conforto térmico.

 

3 – Posicionando e Instalando climatizadores

Os sistemas de climatização são utilizados para aquecer ou resfriar um ambiente que não possui temperatura ideal. Dependendo da zona climática da sua cidade, você precisará ou já utiliza dos dois sistemas.

Se seu problema é com o calor, muitas vezes a vontade é comprar o  ar condicionado mais potente possível e sair instalado. Antes de comprar no impulso, entenda bem sua necessidade que envolve alguns fatores do seu cômodo e edifício, e neste post sobre BTUs você pode conhecer ainda mais. Mas, de qualquer forma, o melhor local para posicionar o aparelho é na parte superior do cômodo, perto do teto, pois o ar frio que sai do ar condicionado tende a descer para a parte inferior do ambiente, e o ar quente subir, criando um ciclo fechado que esfriará com eficiência os seu ambiente.

Quando se instala um aquecedor, o ideal é posicioná-lo na parte próxima ao chão do cômodo, justamente para facilitar e forçar a convecção. O ar frio que descer será aquecido, criando um círculo de convecção, e assim o ambiente ficará confortável de maneira mais rápida e eficiente. Antes de comprar e contratar alguém para instalar, pesquise sobre como dar manutenção, a potência necessária, o consumo de energia esperado por aquele sistema para não ter pegadinhas na conta de luz depois.

Vale lembrar que, com climatizadores que tratam do ar, um ciclo fechado garantirá uma maior eficiência e atingir a temperatura ideal com mais rapidez e gastando menos energia elétrica. Um exemplo prático é a diferença entre o sistema de circulação do ar interno do carro e externo ao ligar o ar condicionado: se apertamos o botão para circular o ar interno o sistema aproveita da convecção para ser mais eficiente. Todo e qualquer escape de ar resultará na perda de eficiência e troca de calor, fazendo o sistema trabalhar mais. Por isso é preciso fazer a instalação de um isolante térmico que controle corretamente a convecção minimizando a troca de calor.

Cada sistema tem sua peculiaridade na hora da instalação, mas algumas informações são importantes: tenha confiança na equipe de instalação, saiba exatamente da sua necessidade, aprenda bastante sobre como e quando dar manutenção em seu aparelho, e, independentemente de estar frio ou calor, instale o 3TC para assegurar eficiência energética.

Quer saber o tamanho do Ar condicionado ou sistema de aquecimento para seu quarto ou seu escritório? Acesse a nossa calculadora de BTU e saiba exatamente o tamanho e a potência do seu sistema.

Na hora de comprar um aparelho de ar condicionado, sempre nos deparamos com a unidade de medida conhecida como BTU. É muito importante saber o que ela significa antes de investir em um equipamento desse. Climatizadores consomem muita energia, e demandam manutenção, então todo cuidado é bem vindo.

Para escolher o ar-condicionado mais adequado às suas necessidades é necessário calcular os BTUs, pois eles indicam a área que aquele aparelho tem capacidade de refrigerar. Além disso, é importante saber quanto de energia o aparelho vai gastar, antes de comprá-lo.

O ambiente de intalação do climatizador é crucial na hora de calcular o BTU

E como saber a potência ideal para escolher o melhor ar? A gente te mostra a seguir:

1 – O que significa BTU?

BTU é a sigla para British Thermal Unit que significa Unidade Térmica Britânica. O BTU define qual a potência ideal de refrigeração ar condicionado para aquele cômodo. Em outras palavras, tecnicamente falando, para cada meio litro de água é necessário 1 BTU para reduzir a temperatura em 0,56 ºC.

A partir do cálculo dos BTU’s, é possível determinar a potência ideal e escolher o melhor modelo de ar. Aparelhos abaixo da potência indicada podem trazer problemas para o equipamento, como desgaste excessivo das peças, reduzindo sua vida útil e gerando maior gasto de energia porque o ele precisará trabalhar mais para refrigerar o local. Se a potência do ar-condicionado for maior do que o necessário, os gastos de energia também aumentarão.

2 – O que considerar na hora de investir em um climatizador?

Em resumo, detalhes como tamanho do cômodo, exposição ao sol, região do imóvel interferem diretamente na capacidade do ar condicionado. A quantidade de pessoas e de aparelhos eletrônicos – TV’s, computadores, também são considerados ao fazer o cálculo de BTU’s.

Se ambiente a ser climatizado tem outras características como pé direito alto, metragem grande, muitas pessoas ou várias divisões, é recomendado a avaliação de um profissional. Na visita ao local, o técnico irá incluir outras variantes no cálculo.

Se o cômodo ficar diretamente exposto ao sol ou fica em uma região mais quente do país, como o Nordeste, por exemplo, mais BTU’s devem ser adicionados e a potência do ar condicionado deverá ser maior. Por isso a importância de considerar todas as condições antes de adquirir seu aparelho.

3 – Como calcular a potência BTU correta para meu ambiente?

Primeiramente, não siga as tabelinhas já prontas relacionadas à apenas a metragem quadrada do espaço. Sendo assim, se você precisa fazer esse cálculo, a gente facilita sua vida. Usando a nossa calculadora você já tem o consumo de energia de acordo com os fatores necessários. Ou seja: número de pessoas, a quantidade de aparelhos e o tamanho do ambiente. Na nossa calculados indicamos também a diferença de potência e consumo se você instalar o 3TC. O 3TC é um produto isolante térmico que controla as três formas de transferência de calor, que garante eficiencia energética do seu climatizador.

Por exemplo: em um quarto de 20m² para um casal, com uma TV e um notebook, você tem um total 14800 BTU’s. Instalando o 3TC, esse número vai para 9620 BTU’s. Isto representa uma diminuição de 35%. O dimensionamento de BTU’s com nosso isolante térmico pode chegar a uma redução de até 40%.

Com essas informações você você vai conseguir escolher o melhor ar condicionado ou climatizador de acordo com a sua necessidade. Desta forma evitará desperdício financeiro e alcançará o máximo de eficiência energética.

Aproveite para consultar nosso FAQ e tirar todas as dúvidas sobre o nosso produto.