Posts

Conheça aqui 3 descobertas científicas que prometem revolucionar nossos conceitos atuais sobre rodovias, combustível e geração de energia

Polímeros e a revolução no asfalto

A empresa MacRebur (http://www.macrebur.com), sediada no Reino Unido, desenvolveu uma tecnologia sustentável que promete contribuir (E MUITO) com a reciclagem e tratamento de plásticos. O problema com o descarte de polímeros se dá pelo custo financeiro e o consumo de CO2 na fabricação desses materiais e o fato que demoram um tempo enorme para se decompor. A tecnologia é um aditivo à mistura de asfalto que é composto por plásticos (polímeros) que seriam enviados para descarte. Além de contribuir para o meio ambiente, a mistura mostra-se mais durável e resistente que a mistura tradicional de asfalto, e a pavimentação de rodovias é um ótimo destino para plásticos. Dentre os benefícios listados pela empresa estão:

  • Feito com 100% de matérias recicláveis
  • Redução no consumo de combustíveis fósseis
  • Redução do consumo de CO2
  • Redução direta na quantidade de descarte de plástico
  • Ajuda no conceito da economia circular
  • Diminui a necessidade de lixões e estações de tratamento de lixo
  • Aumenta a durabilidade do pavimento
  • Redução no custo de manutenção
  • Alternativa mais barata a tecnologias atuais

Transformando CO2 em Etanol

As vezes a ciência precisa de um pouco de sorte para encontrar soluções para problemas atuais, e nesse caso não foi diferente. Cientistas do Oak Ridge National Laboratory (https://www.ornl.gov/) do estado do Tennessee, nos Estados Unidos, descobriram acidentalmente uma forma de transformar dióxido de carbono (CO2), um dos gases do efeito estufa, em etanol. O processo é eletroquímico e envolve pequenas estruturas de carbono e cobre para conseguir esse feito. Segundo o líder do grupo de pesquisa, Adam Rondinone, “Nós descobrimos um pouco por acaso que esse material funcionou. Estávamos tentando estudar o primeiro passo de uma reação proposta quando percebemos que o catalisador estava fazendo toda a reação por conta própria”.

O catalizador é feito de carbono, cobre e nitrogênio, e eletricidade é aplicado para obter uma reação química complexa, que basicamente reverte o processo de combustão. Com o auxílio de calistas nano tecnológicos, a solução de CO2 e H2O foi convertida em Etanol com 63% de aproveitamento.

Geração de Energia por Fusão Nuclear

A tecnologia nuclear tem papel importante na geração de energia no mundo todo. Apesar dos riscos que envolvem usinas nucleares, esse método ainda é utilizado pelo mundo todo, inclusive no Brasil com usinas em Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro. Apesar de ter seus problemas peculiares, como o descarte do material radioativo e a utilização de água fluvial, gerar energia por meio de reatores nucleares são mais benéficos ao meio ambiente no que diz respeito a emissão de gases do efeito estufa, e é considerado uma fonte de energia limpa. Infelizmente, as tecnologias que utilizamos de resfriamento, contenção e descarte não evoluíram com o tempo, mas isso promete mudar.

A empresa Tokamak Energy (http://www.tokamakenergy.co.uk), sediada no Reino Unido, tem investido pesado em uma nova forma de geração de energia nuclear. Hoje, utilizamos exclusivamente da fissão nuclear provinda de elementos radioativos como o urânio e o plutônio, que é instável e precisa de ser controlada meticulosamente para que seu funcionamento seja seguro. A Tokamak Energy está próxima de chegar em uma solução comercial para usinas nucleares movidas a fusão nuclear, a mesma que ocorre no núcleo do sol, que utiliza elementos bem mais leves e mais seguros em seu processo.

Segundo David Kingham, CEO da empresa, este é o primeiro dispositivo de fusão controlada projetado, construído e operado por uma empresa privada. A ST40 é uma máquina que irá alcançará temperaturas de fusão – 100 milhões de graus – e serão possíveis e estáveis em reatores compactos e econômicos. Isso permitirá que a geração de energia nuclear por fusão seja alcançada em anos e não em décadas. O maior desafio para tornar economicamente viável essa opção está na manutenção. Segundo Kinham, “ainda precisamos de investimentos significativos, muitas colaborações acadêmicas e industriais, engenheiros e cientistas dedicados e criativos, e uma excelente cadeia de suprimentos. Nossa abordagem continua a ser para quebrar esses desafios de engenharia, aumentando o investimento adicional em alcançar cada novo marco. Já estamos a meio caminho do objetivo da energia de fusão; com trabalho duro, vamos entregar energia de fusão em escala comercial em 2030. ”

Conheça 3 políticas públicas de sucesso que contribuem para os 3 pilares da sustentabilidade em suas cidades

As políticas públicas voltadas para a sustentabilidade sao muito importantes para que uma cidade, estado e até mesmo um país se poicione perante aos desafios das mudanças climáticas do século XXI. No Brasil, temos visto ótimos exemplos disso, e demonstrando que para ter um impacto global, as mudanças devem ocorrer em todos na mentalidade dos cidadãos e também de nossos governantes. Veja abaixo 3 políticas que tem tido sucesso na escala municipal, que podem ser exemplo para o país todo:

1. IPTU VERDE

O IPTU Verde é uma iniciativa da Prefeitura de Salvador para incentivar empreendimentos imobiliários residenciais, comerciais, mistos ou institucionais a realizarem e contemplarem ações e práticas de sustentabilidade em suas construções. Para isso, oferece descontos diretamente no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), de acordo com suas realizações a sua pontuação no Programa de Certificação Sustentável. Para participar é preciso preencher um formulário e listar todas as iniciativas sustentáveis da edificação (pode ser na construção dela, ou na reforma). Existem 3 classificações, Bronze, Prata e Ouro, que concedem, respectivamente, 5%, 7% e 10% de desconto no IPTU. Cada medida adotada pela imóvel conta pontos. A cada três anos as condicionalidades são verificadas.

Outras cidades como Belo Horizonte estão seguindo o mesmo caminho, e buscando incorporar essa ideia já utilizada em outros locais do país na capital mineira.

2. DENGUE MOVEL

Em 2014, o Estado de Goiás registrou mais de 90.000 casos confirmados de dengue, sendo o segundo estado brasileiro, naquele ano, com maior número de pessoas afetadas pela doença – ficou atrás apenas de São Paulo, o Estado mais atingido, que apresentou mais de 220.000 casos. Neste contexto de grave risco à saúde da população, a Prefeitura de Ipameri, uma cidade com pouco mais de 25.000 habitantes situada no sudeste do Estado de Goiás, colocou em prática medidas de combate à dengue. Em uma parceria – que envolveu a iniciativa privada, a associação local, o Exército Brasileiro e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) – foram desenvolvidas diversas atividades de remoção de resíduos sólidos, recicláveis e não recicláveis, na área urbana. Dois programas se destacam nessa área: o Dengue Móvel, que troca materiais recicláveis por materiais escolares; e o mutirão Ipameri Contra a Dengue, para limpeza urbana em geral. As ações continuam ocorrendo todos os anos, antes do período de maior incidência de chuvas e de proliferação do inseto transmissor. A divulgação é feita tanto pelos meios eletrônicos de comunicação da Prefeitura (site e Facebook) como por carro de som, pela mídia local e regional e pelas instituições parceiras. Com a criação do programa Dengue Móvel, município situado a 200 km de Goiânia se destaca no combate ao mosquito transmissor da doença. Programa promove troca de lixos recicláveis por materiais escolares. Outra iniciativa do município, visando o mesmo objetivo, é o mutirão de limpeza urbana Ipameri Contra a Dengue.

3. COLETA SELETIVA

O município de Santa Helena, no Oeste do Paraná, promove o Programa de Coleta Seletiva desde 2004. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a prefeitura e os catadores de materiais recicláveis, que possibilitou a formação de uma cooperativa e a instituição da coleta porta a porta em todas as ruas da cidade. Desde o ano de 2002, já havia em Santa Helena 12 catadores que faziam o trabalho de catação no aterro sanitário da cidade. Nessa ocasião, esses catadores receberam da administração municipal um barracão com mesas para a separação dos materiais recolhidos. Em 2004, foi oficializado o Programa de Coleta Seletiva no Município, por meio de um convênio entre os catadores de materiais recicláveis e a Prefeitura de Santa Helena. Pelo acordo, a administração permitiu o acesso e uso de um barracão de 1.500 m², com esteira e prensa. Com esses incentivos e o apoio do município, formou-se uma Cooperativa de Catadores, que realiza coleta porta a porta. No início, a coleta era feira em algumas ruas da cidade, mas, com o passar do tempo, o programa se estendeu para todo o município e, atualmente, conta com aproximadamente 40 catadores.

A sensibilização para que toda sociedade se envolvesse no processo de reciclagem foi ativa e contou com divulgação na mídia local – rádio, carros de som, banners, cartazes e folders –, além de concurso de paródia e teatro. A prefeitura, juntamente com a Associação dos Agentes Ambientais, distribui sacos plásticos apropriados nas residências, a cada 30 dias, para acondicionamento do material reciclável. Todo o material recolhido é encaminhando à cooperativa para ser beneficiado. O lucro da comercialização é rateado em partes iguais entre os associados. A melhora da renda dos catadores comprometidos com o programa está diretamente vinculada aos investimentos feitos na sensibilização e conscientização da população. Atualmente existe um cronograma de coleta em todo o município. Cada bairro, região rural e distrito recebe a visita do caminhão de recolha, com o qual os catadores, em horário diurno e de maneira digna, realizam a coleta seletiva.  O programa inclui também ações para erradicação de lixões e recuperação de áreas degradadas. E promove o fortalecimento dos vínculos sociais, com a inclusão e organização dos catadores de materiais recicláveis.

Encontrar informação de qualidade sobre determinado assunto nem sempre é fácil, mesmo com a internet. Foi o que fez com que engenheiros civis começassem seus próprios blogs.

Criar conteúdos relevantes, disponibilizar informações difíceis de serem encontradas em outros sites e vontade de mostrar seus conhecimentos são alguns motivos que profissionais encontram para começar blogs sobre suas profissões. Um dos nichos crescentes são blogs sobre engenharia e, no caso desse 3 dicas, sobre a Engenharia Civil, área que acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma.

O acompanhamento profissional durante uma construção é essencial e são os engenheiros civis que vão projetar, gerenciar e executar a obra para que tudo ocorra de forma regulamentada e segura.

Se você tem dúvidas sobre a área, é um estudante ou interessado no assunto, selecionamos 3 blogs que vão te informar melhor sobre esse campo de conhecimento.

 

Engenheiro No Canteiro

O blog Engenheiro no Canteiro foi criado pelos engenheiros civis Antônio Jorge Abrahão Júnior, Fábio Karklis Diniz e Giuliano Tognetti no início de 2015 com o objetivo de divulgar conhecimento técnico confiável e bem explicado sobre a área. Dessa forma, o blog disponibiliza notícias de qualidade sobre construção civil, com dicas fáceis, respostas para dúvidas do dia a dia.

Incluindo um glossário sobre termos técnicos, informações sobre materiais de construção, revestimentos, instalações, vistorias, dentre outros, o Engenheiro No Canteiro também possui um canal no Youtube com vídeos sobre o curso, o mercado de trabalho e outros aspectos importantes da Engenharia Civil.

 

Engenharia Civil Diária

Idealizado pela engenheira civil Alessandra Rodrigues, o blog Engenharia Civil Diária, como o próprio nome fala, tem o objetivo de mostrar um pouco da vida diária desses profissionais. Mostrando que mulher também entende e muito de engenharia, os posts trazem notícias sobre construções, novas tecnologias, curiosidades com uma linguagem prática e rápida.

Desde 2015 o blog traz posts desde como fazer um cronograma para uma obra até fatos históricos sobre a Engenharia Civil e edificações famosas. Nas abas também é possível encontrar o conteúdo dividido por tópicos, incluindo uma sessão “Pergunte ao engenheiro!”. Para acompanhar tudo, basta assinar a newsletter e o Facebook do Engenharia Civil Diária.

 

O Engenheiro Civil

Ao procurar um canal que oferecesse conteúdos sobre construção civil com qualidade, simples e objetivos, os engenheiros Felipe Genovez e Leandro Tersariol, perceberam que não havia muitas opções disponíveis na internet. Resolveram então criar O Engenheiro Civil, blog que compila as últimas novidades na área de construção no Brasil e mundo.

Voltado para estudantes e profissionais da área, O Engenheiro Civil ainda tem poucos posts, mas traz conteúdos ilustrados e divididos em tópicos bem explicativos sobre construções e áreas correlatas.

Além desses sites, é possível encontrar muito conteúdo em blogs já desativados como o Blog da Engenharia Civil e em blogs feitos por alunos de faculdades, como o Blog do PET-Civil da UFJF e o Civilização Engenheira da UFC.

Gostou das sugestões? Se você também tem algum blog sobre Engenharia Civil para indicar ou quer começar o seu, conta pra gente no nosso Facebook. Aproveita também pra conferir os outros posts 3 dicas que já fizemos.

Existem algumas pérolas escondidas nessa rede social com postagens maravilhosas.

 

O Instagram é uma rede social excelente para a interação com seu público por meio de fotos e vídeos. Muitos atores, cantores, empresas e outros utilizam a plataforma diariamente para comunicar com seu público, informar de promoções, realizar posts promocionais e muito mais.

Esta lista de 3 dicas da 3TC de contas do Instagram focadas em arquitetura nos Estados Unidos é para você conhecer pessoas apaixonadas pela profissão, e que são quase desconhecidas. A ideia era mostrar que existem pessoas que produzem um conteúdo excelente apesar de terem um público pequeno em comparação a “gigantes” do Instagram. Alguns outros critérios foram utilizados na escolha da lista:

  • Fotos originais, e não replica de outros conteúdos
  • Perfis públicos
  • Postam regularmente
  • Poucos seguidores
  • Maioria de fotos relacionadas à arquitetura
  • E lógico, um bom olhar para as fotos.

 

1) Chuck Van Winckle – @cvwphoto

Com pouco mais que 400 seguidores, o arquiteto de Nova Iorque, Chuck Van Winckle,  possui um ótimo acesso à cobertura de prédios da cidade. Isso mostra um perfil com olhar crítico e diferenciado sobre o urbanismo da cidade, capturando ângulos bonitos e peculiares.

 

2) Iker Gil – @ikergil

Residente em Chicago, este  instagrammer possui fotos de tirar o fôlego, que vão te inspirar a enxergar a cidade de maneira diferenciada. Ele busca explorar variados ângulos para construir uma narrativa sobre a metrópole de diferentes aspectos.

Com quase 3000 seguidores e mais de 1000 posts, o acervo de imagens compiladas é uma ótima maneira de conhecer Chicago, nos Estados Unidos, ou ver a cidade de um enquadramento subjetivo.

 

3) Claudia Lorusso – @claudialorux

Arquiteta de São Francisco, na costa oeste dos Estados Unidos, Claudia captura ambientes internos e externos que parecem obras de arte. É responsável também pelos perfis @archiproducts e @archilovers com produtos e outras perspectivas do mundo da arquitetura. Além da arquitetura, Claudia também fotografa a decoração dos lugares, como pinturas e esculturas.

 

Gostou das nossas dicas? Conhece mais algum Instagram interessante sobre arquitetura? Então compartilha com a gente no nosso Facebook.

O inverno está chegando, e a 3TC preparou 3 dicas para o seu final de semana

Como diria Ned Stark, WINTER IS COMING! Na verdade, o inverno chega hoje, 19h34, quando ocorre o Solstício de Inverno, o que significa que teremos a noite mais longa do ano e o dia mais curto, marcando o início oficial desta estação. Ou seja: está aberta a temporada das frentes frias, reportagens de jornais da noite sobre a geada no sul e dicas de vinhos e receitas de fondues nos programas da manhã.

Sabemos que hoje é apenas terça feira, mas assim como você, já estamos pensando no frio do final de semana. Sendo assim, aqui estão 3 dicas para curtir o friozinho em casa, acompanhado ou não.

1) Assista séries

Aproveite para colocar em dia suas séries favoritas, rever aquelas mais antigas ou ainda melhor, descubra novas séries para assistir. Se você quer sugestões, recomendamos o site Rotten Tomatos. Nele você pode navegar e conhecer produções pela aceitação da crítica especializada e também da audiência. Além disso, é possível pesquisar por tema ou estilo, o que pode te ajudar bastante a encontrar um seriado de suspense, romance ou comédia que se encaixe no seu gosto.

Caso você não fale inglês, o site Adoro Cinema pode ser melhor para você.

O serviço de streaming Netflix também possui um grande acervo de séries e filmes a um preço de assinatura mensal bem justo, permitindo que você escolha e assista séries online seja na TV, celular ou tablet. Se você procura um serviço grátis, temos o  Popcorn Time, um projeto de código aberto que também disponibiliza vários seriados via torrent. Para acessá-lo, basta fazer o download do programa de acordo com o sistema operacional do seu dispositivo.

 

2) Cozinhe

Cozinhar vai fazer o tempo em casa mais proveitoso. Você pode assistir do começo ao fim a temporada da série que você acabou de escolher na dica anterior com um caldo quentinho do lado. Aproveite para pesquisar receitas da estação. Fondue é clichê de inverno, mas se bem feito, é uma receita bem gostosa. Não se esqueça dos caldos e sopas, de mandioca, de batata, de feijão e do que sua imaginação inventar.

Para achar receitas e aprender como fazer, mesmo não sendo um Master Chef, recomendamos a página do Facebook Tasty Demais. Lá são dadas dicas de receitas diárias, com vídeos rápidos e com passo a passo bem detalhado de como fazer inúmeras coisas deliciosas e práticas para esse momento. Também há vários canais culinários no Youtube. Receitas de MinutoMicro SobrevivênciaCozinha para 2 e Rolê Gourmet são exemplos de canais com receitas práticas e rápidas para quem ainda não sabe cozinhar muito bem.

 

3) Tire o edredom do armário

Primeiramente, deixe o cobertor tomando sol por algumas horas antes de você usar, principalmente se estiver guardado desde o último inverno. Isso vai ajudar a matar os ácaros, grande responsáveis por crises alérgicas que muitos têm nesta estação.

Os cobertores e edredons são isolantes térmicos confortáveis e ideais para o frio. Apesar de trabalharem apenas com a condução, seu corpo é um excelente gerador de energia, e a proximidade deles com a sua pele vai manter você aquecido, mesmo que não controle as três formas de transferência de calor. Basicamente o edredom absorve uma pequena parte do calor emitido pelo seu corpo, que vem dos processos naturais e biológicos necessários para te manter na temperatura interna ideal, fazendo com que ele aqueça você.

Se fosse um edredom com a tecnologia 3TC, ele ficaria muito mais quente por controlar as três formas de transferência de calor, e recomendaríamos apenas para situações de frio extremo ou no caso do nosso isolante térmico para acampamentos. Nesse caso a gente te perdoa em não usar o 3TC, já que ainda não temos uma linha de cobertores.

Então, ficou preparado para o inverno? Curta nosso Facebook para conferir mais dicas sobre as variações de temperatura.

Conheça aqui sites que vão facilitar sua vida em casa na hora de reformar ou renovar seu ambiente.

Todo mundo que já precisou fazer uma reforma em casa ficou em dúvida de como realizar a obra, se a pessoa que você contratou está fazendo corretamente o serviço e se os materiais utilizados são os corretos. Para facilitar a sua vida, neste post daremos 3 dicas de sites que podem te ajudar na reforma do seu lar.

 

1) Pedreirão

Este site é especializado em macetes gerais sobre obras. As informações englobam desde como fazer concreto até mesmo como construir em alvenaria. Uma das dicas dessa semana é para quem quer construir um prédio com grupo de investimento, ensinando várias etapas do processo, pelo menos para você entender melhor como funciona.

Então, se você está no pique, querendo pintar sua casa, colocar um azulejo que quebrou, consertar a pia que está vazando, acesse o Pedreirão que ele vai te ajudar!

 

2) Get Ninjas

Se o seu problema é a recomendação de profissionais da área, o Get Ninjas  é o site ideal. Nele existe uma aba exclusiva para reformas e reparos. Se você precisa de alguém para fazer uma reforma elétrica, trocar a descarga que está vazando, trocar a caixa d’água, instalar isolamento térmico ou isolante acústico no seu quarto, você vai encontrar o profissional adequado para o serviço nesse site.

Ligue, orce e confira sempre com mais de um fornecedor, pois a diferença de preço e qualidade do serviço depende muito do detalhamento da sua pesquisa.

 

3) Minha Casa Minha Cara

Muitas vezes com pouco dinheiro e muita criatividade e disposição se consegue dar uma repaginada na sua sala, cozinha, quarto. Este site é voltado mais para a decoração e soluções de interiores. Nele você pode se inspirar e conhecer métodos e técnicas de como fazer pequenas mudanças em sua casa, parecido com alguns programas de reforma do GNT.

No Minha Casa Minha Cara existe uma seção exclusiva de DIY (do it yourself, em inglês, que significa faça você mesmo). Nela você pode vai aprender a reformar móveis, reutilizar materiais e decorar de maneira fácil e prática, deixando os ambientes da sua casa do jeito que você sempre quis.

Com essas indicações esperamos que você não precise passar mais contratempos quando for reformar sua casa ou outro imóvel. Aproveite e também confira nosso post com 3 dicas para economizar energia elétrica.