Posts

Seja na indústria alimentícia, seja na automobilística, há diversos ambientes trabalhistas em que as condições de atuação não são totalmente favoráveis para a estadia humana de qualidade. São elas a umidade relativa do ar, temperatura, ruídos, radioatividade etc. Nesse contexto, é interessante destacar os postos de trabalho em que a insalubridade e calor se relacionam de maneira acentuada e consequentemente preocupante.

Sendo assim, confira neste post o que você precisa saber sobre os principais aspectos da relação entre a insalubridade e calor.

Principais características de ambientes insalubres

Caracteriza-se um local de trabalho como insalubre quando o mesmo representa riscos à saúde humana de forma frequente e intensiva. Isto é, quando um ambiente exige da equipe a exposição aos agentes de risco em um nível acima dos limites de tolerância ele é classificado como insalubre. A tolerância é definida por uma norma técnica:  a Norma Regulamentadora 15 (NR-15)

Em outras palavras, são locais hostis e com más condições de permanência e circulação. Veja, a seguir, algumas das características de ambientes insalubres:

  • presença excessiva de radiações não ionizantes;
  • ruídos constantes e acima de 65 dB;
  • alterações nos valores de pressão absoluta;
  • oscilações térmicas acentuadas;
  • umidade do ar a níveis extremos;
  • presença de vibrações mecânicas.

Exposição ao calor e suas consequências

A exposição demasiada ao calor pode ser extremamente prejudicial ao corpo humano, podendo representar um aumento da irritabilidade, depressão, fraqueza, incapacidade para se concentrar e ansiedade.

Outras consequências mais graves são os quadros de alterações físicas, como por exemplo a desidratação, espasmos musculares e o aparecimento de erupções e vesículas nas regiões do corpo mais exposta.

Cabe ressaltar também que alterações neurológicas podem ser diagnosticadas, ou seja, é de fundamental importância a proteção humana para com a exposição excessiva ao calor, já que há possibilidades de sequelas permanentes.

Norma Regulamentadora 17

A NR 17 Ergonomia tem como objetivo estabelecer parâmetros que possibilitam a adaptação das condições de trabalho para com as características psicofisiológicas da equipe. Proporcionando, desse modo, mais conforto e eficiência na produtividade e, acima de tudo, segurança.

Segundo a norma, o empregador deve garantir boas condições ambientes de trabalho, alinhando as características psicofisiológicas de sua equipe com a natureza das tarefas a serem realizadas.

Dessa maneira, em locais onde há atividades que necessitam de solicitação intelectual (escritórios, laboratórios, análise de projeto entre outros), é obrigatório assegurar as seguintes condições de conforto:

  • índice de temperatura efetiva entre 20º C e 23º C;
  • velocidade do ar menor ou igual a 0,75m/s;
  • umidade relativa do ar maior ou igual 40%;
  • nível de ruído máximo para efeito de conforto de até 65 dB, sendo a curva de avaliação de ruído NC menor ou igual a 60 dB;
  • iluminação adequada, natural ou artificial, distribuída no ambiente de maneira uniforme e difusa, evitando assim ofuscamento, reflexos, sombras e contrastes excessivos.

Descumprimento das normas regulamentadoras

O não cumprimento das normas regulamentadoras, tanto pelo empregador, quanto pelos empregados é passível de multas e sanções do Ministério do Trabalho.

Deste modo, tratando-se de uma empresa que descumpra a NR 17, as consequências podem ser:

  • multas justapostas pelo Ministério de Trabalho e indenizações à família da vítima em caso de acidente de trabalho;
  • possibilidade de embargo/interdição da obra, bem como confisco de máquinas e equipamentos;
  • responsabilidades trabalhistas (estabilidade provisória para acidentado, Termo de Ajustamento de Conduta e ação civil pública);
  • obrigações civis em situações de acidentes de trabalho (arcar com despesas médicas, danos estéticos, lucros cessantes durante todo o período antecedente a alta médica e pensão vitalícia quando houver vítimas fatais durante o exercício do trabalho);
  • obrigações criminais, respondendo por infração penal, crime de perigo, lesão corporal e até homicídio culposo.

Medidas preventivas ao calor

Em relação aos locais de trabalho insalubres devido à presença excessiva de calor, há medidas alternativas para que o conforto térmico da equipe seja assegurado.

Nesse aspecto, vale destacar o importante papel desempenhado pelas mantas térmicas, que são capazes de isolar a carga térmica de um ambiente, por meio da eficiente redução da transferência de calor fonte/meio externo.

Entretanto, é importante pautar que existem 3 formas de transferência de calor: convecção (realizada pelas correntes gasosas); condução (vibração molecular de partículas sólidas e fluídos) e radiação (raios infravermelhos).

Dessa forma, para que um isolamento térmico seja feito com qualidade, é preciso garantir que a manta térmica utilizada seja igualmente eficiente para esses 3 tipos de transmissão de calor.

Caso contrário, o isolamento térmico não necessariamente alcançará valores satisfatórios, uma vez que a transferência de calor continuará a afetar a temperatura do local em questão.

Outra medida importante para garantir a segurança de uma equipe que atua sob forte carga térmica é a providência de Equipamentos de Proteção Individual-EPI’s. Macacão térmico, botinas, aventais, máscara de proteção e luvas são alguns dos equipamentos indispensáveis para quem trabalha exposto ao calor.

Sendo assim, as normas regulamentadoras também especificam obrigações do empregador em relação aos EPI’s, uma vez que cabe a empresa fornecer os equipamentos de forma gratuita, assegurar a reposição sempre que necessária e fiscalizar colaboradores quanto ao uso constante.

Produtividade x insalubridade

Diante disso, é fácil perceber que as condições ambientes de um local de trabalho com certeza estão diretamente relacionadas com a produtividade da equipe.

Postos de trabalho onde os parâmetros para a permanência humana estão fora da faixa ideal – principalmente temperaturas extremas – baixa umidade relativa do ar e ruídos excessivos) de fato afetarão na qualidade das tarefas que serão desempenhadas.

Assim sendo, ao detectar parâmetros distantes do ideal (de acordo com a NR 17) é de suma importância que o empregador tome todas as medidas necessárias para que boas condições de trabalho sejam oferecidas à sua equipe. Garantindo assim tanto a saúde/segurança dos colaboradores, quanto a produção eficiente em todos os postos de trabalho da empresa.

Portanto, insalubridade e calor são questões que não devem ser negligenciadas por nenhuma empresa. Tudo isso pois são potencialmente nocivas à saúde e causam sérios acidentes de trabalho. Assim sendo, saber identificar (mesmo que com a ajuda de especialistas) e providenciar soluções para a exposição excessiva ao calor torna-se imprescindível, tanto para a segurança humana quanto para quem almeja produtividade no trabalho.

Achou interessante o conteúdo? Então, confira também, em mais um de nossos posts, o que é conforto térmico e qual sua importância!

Este é o segundo post da série dos casos de sucesso. Veja como uma empresa grande e de sucesso investiu no 3TC e hoje colhe os frutos com produtividade e conforto térmico

A 3TC é uma empresa que tem compromisso com o resultado, e por isso lançamos essa série para mostrar os resultados que nossos clientes obtiveram ao instalar o 3TC, independentemente do método de aplicação adequado. Aqui seguimos metodologia indicada por órgãos reguladores competentes para cálculo de eficiência energética, bem como alguns métodos desenvolvidos pelo nosso corpo técnico e também de acordo com as normas técnicas de cada especificidade: Acústica, térmica, ergonomia, etc. Nossa metodologia consiste em 3 etapas para análise de cada projeto:

Na série de casos de sucesso da 3TC, vamos falar de mais um dos nossos clientes que ficaram extremamente satisfeitos e economizaram muito ao fazerem a instalação do 3TC. Primeiro, um pouco sobre a empresa que tornou-se cliente: A Minas Rio Distribuidora (http://www.minasrioatacado.com.br/) é uma empresa que foi fundada em 1994 que comercializa produtos dos mais variados para Pessoas Jurídicas, com mais de 15000 itens  disponíveis nos diversos segmentos como utilidades para o lar, brinquedos, artigos de papelaria, produtos para restaurantes e hotéis, eletrodomésticos, descartáveis e importados em geral. Hoje ela conta com 3 localidades: Ubá (MG), São Pedro da Aldeia (RJ) e no Rio de Janeiro (RJ). Esta é uma descrição da análise técnica referente à instalação e ao fornecimento de 3TC para a unidade de São Pedro da Aldeia. Todas as localidades estão situadas em áreas com alta média de temperatura. Portanto, para proporcionar mais conforto térmico para todos seus clientes e colaboradores a empresa decidiu buscar uma solução em isolamento térmico utilizando a tecnologia 3TC.

ANÁLISE

São Pedro da Aldeia fica na Região dos Lagos do Estado do Rio de Janeiro, perto das cidades de Araruama, Rio das Ostras, Macaé, Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo. Esta é uma região que possui médias altas de temperatura e também de umidade, conforme o gráfico abaixo retirado do site CLIMA TEMPO:

De acordo com o gráfico acima, os meses com temperaturas mais elevadas são janeiro, fevereiro, março e abril. Os meses com temperaturas mais baixas são junho, julho, agosto e setembro. Por se tratar de uma média histórica, esses dados englobam os últimos 50 anos de medições. Contudo, a região nos dias de hoje possuem médias de temperaturas muito maiores do que antigamente, justamente por conta do aquecimento global e do aumento da média de temperatura nos últimos anos.

Outro fator que conta contra o conforto térmico na localidade  é a alta umidade por estar situada uma região de lagos e com proximidade ao mar. Essas características aliadas a incidência solar da região fazem com que o calor seja um problema para todo tipo de estrutura da construção civil, e a utilização de isolamento térmico nas suas mais variadas tecnologias uma NECESSIDADE. Muitas casas, apartamentos e lojas comerciais fazem o uso de condicionadores de ar que ajudam no conforto térmico, mas como não são soluções definitivas, implicam em um aumento considerável na conta de luz.

CARACTERÍSTICAS ESTRUTURAIS

A Minas Rio de São Pedro da Aldeia possui algumas peculiaridades em sua estrutura devido à maneira como o galpão foi projetado e construído. A área do local de instalação totaliaza 2800 metros quadrados. A primeira peculiaridade está na própria estrutura do telhado: as terças, com 6cm de espessura cada, assim como as tesouras foram construídas utilizando a estrutura de concreto armado. Os pilares principais são compostos de metal, , e tijolos de concreto foram utilizados para o fechamento. O pé direito da parte mais baixa da edificação é de 8 metros e da parte mais alta de 10 metros. Foram utilizadas telhas de zinco com algumas telhas translúcidas na cobertura. As telhas de zinco costumam chegar em temperaturas de até 75 graus ao ser expostas ao sol constante, tendo um ganho e perda de temperatura rápido, principalmente para a parte interna da construção, potencializando a transferência de calor, primariamente por meio da radiação. Cabos de aço tensionados foram utilizados como suporte da estrutura de iluminação, o que dificulta a passagem de andaimes e interfere na produtividade da equipe de instalação.

A instalação foi realizada durante o horário de funcionamento da loja, que apresenta as mesmas características de um supermercado: corredores largos com prateleiras para exposição dos produtos com seus preços, organizados por setores diferentes. Para aumentar a eficiência da instalação, foram projetados e construídos 2 andaimes adequados às características da loja. A equipe de instalação teve um extensivo treinamento com o departamento técnico da 3TC isolamento durante a primeira semana de obra para demonstrar como seria feita a instalação e apresentar soluções técnicas para quaisquer problemas pontuais de início a obra. A equipe de instalação era composta por 3 pessoas: dois profissionais utilizando os andaimes para trabalhar em altura, e um profissional  oferecendo apoio no solo.

Para a instalação foram utilizados os seguintes materiais:

  • Furadeira de impacto
  • Parafusadeira
  • Parafuso Philips de 35mm
  • Bucha 6
  • Estiletes
  • Fitas Aluminizadas
  • Arruelas Plásticas 45mm
  • Extensor de Terças

Caso queira saber mais como é feita a instalação do 3TC, e como essa foi realizada, confira nosso manual de instalação para galpões: https://www.3tc.com.br/arquivo/galpoes-manual-de-instalacao

MEDIÇÕES TÉRMICAS

A equipe da 3TC compareceu ao local de instalação para aferir as temperaturas de superfície, de conforto térmico, e ergonomia. Para isso, foram utilizados termômetros de alta precisão, câmera térmica e um medidor de stress térmico que mensura a variação térmica de bulbo seco, bulbo úmido e dentro do globo de acordo com os índices da NR-15 em conformidade com as normas de Segurança do Trabalho. Para ser realizada a medição, foram escolhidos os 4 cantos do galpão e a parte central, ou seja, 5 locais de medição, conforme o diagrama abaixo:

Com os instrumentos de medição, a equipe da 3TC realizou as seguintes medições de temperatura.

  • Temperatura do Teto (termômetro a laser)
  • Temperatura do Chão (termômetro a laser)
  • Temperatura Externa (Aplicativo Weather Chanel)
  • Bulbo Seco (medidor de stress térmico)
  • Bulbo Úmido (medidor de stress térmico)
  • Globo (medidor de stress térmico)
  • Diferença de temperatura entre o 3TC e o Telhado de Zinco (Câmera Térmica)

A medição feita antes da instalação do 3TC foi realizada em outubro, um mês que historicamente apresenta temperaturas mais amenas. A medição após a instalação foi realizada no mês de fevereiro, um dos meses que historicamente apresenta as temperaturas mais elevadas na região. As medições conforme a NR-15 foram avaliadas pelos engenheiros da empresa Exxcelencia (http://www.exxcelencia.com.br/) empresa especializada em Segurança do Trabalho e Meio Ambiente

RESULTADOS

Depois da instalação do 3TC os sócios proprietários, os colaboradores, e os clientes ficaram extremamente satisfeitos com o resultado. O conforto térmico proporcionado pelo sistema de isolamento 3TC é nítido depois de realizada a instalação. Foram entrevistados os sócios proprietários, 5 colaboradores, 5 clientes, o gerente do estabelecimento, e todos avaliaram como extremamente positivo os resultados proporcionados pelo sistema de isolamento 3TC.

As medições no local corroboram a percepção dos colaboradores e dos sócios proprietários do estabelecimento. A comparação das medições realizadas antes e após a aplicação do isolamento térmico 3TC mostra claramente uma melhora significativa na temperatura do ambiente. Mesmo com uma média maior de temperatura externa, o 3TC conseguiu reduzir significativamente a temperatura incidente do teto de 50,3 graus para 34,7 graus (máximas) e 42,3 para 31,7 (mínimas). A redução foi de mais de 15 graus na máxima e mais de 10 graus na mínima, uma melhora sentida no conforto térmico dos clientes e colaboradores que trabalham no local.

As medições de acordo com a NR-15 também demonstraram uma melhora significativa. Os resultados das medições que comprovam a redução de temperatura e o conforto térmico proporcionado pelo sistema de isolamento 3TC pode ser utilizado como laudo trabalhista referente à ergonomia no ambiente de trabalho.

Os ganhos em conforto térmico sâo representados em números. De acordo com o laudo expedido pela empresa Exxcelencia, a instalação do sistema de isolamento térmico 3TC refletiu em 250 kcal/h a mais para os trabalhadores, o que diminui consideravelmente a fadiga, remetendo diretamente no aumento de produção e conforto no setor. Caso queira saber um pouco mais como é feito esse cálculo, como a norma dita essas métricas, esse link explica muito bem, e em detalhe, o passo a passo desde a medição ao resultado final.

CONCLUSÃO

Antes da  avaliação técnica e instalação do sistema de isolamento térmico 3TC, esta unidade da empresa Minas Rio já havia realizado investimentos sem obter resultados satisfatórios em equipamentos como exaustores, ventiladores e outras tecnologias que dependem de consumo de energia. Outras alternativas foram analisadas para solucionar problema de transferência de calor na cobertura tais como a pintura refletiva e a utilização de telhas sanduíches, contudo, ambas as alterativas apresentaram custos maiores e resultados inferiores ao sistema de isolamento térmico 3TC. Os ganhos em conforto térmico efetivo só foram constatado após a instalação do sistema de isolamento térmico 3TC. A empresa obteve ganhos financeiros em economia ao optar pelo sistema 3TC no comparativo de custo das alternativas para solucionar o problema de transferência de calor da cobertura para área interna e em redução de consumo de energia após a instalação do sistema de isolamento térmico 3TC. Após reduzir significativamente a transferência de calor da cobertura, o sistema de isolamento potencializou as características dos equipamentos existentes fazendo com que estes funcionassem melhor utilizando menos  energia.Em uma outra área desta unidade já havia sido utilizado telhas sanduíches de EPS para amenizar a transferência de calor da cobertura para área interna, contudo, segundo todas as pessoas entrevistadas, após a instalação do sistema 3TC esta área apresentou temperaturas mais elevadas e um conforto térmico muito menor em comparação à área onde o sistema de isolamento 3TC foi instalado.

A empresa ficou extremamente satisfeita com os ganhos proporcionados e decidiu fazer a instalação do sistema de isolamento térmico 3TC nos outros estabelecimentos. Alguns clientes que frequentam a unidade da Minas Rio ficaram impressionados com o conforto térmico proporcionado e entraram em contato com a 3TC para adquirir o produto para reformarem suas casas, lojas, galpões.