Posts

Buscar ideias inovadoras que permitam a redução de custos na indústria pode fazer uma grande diferença para manter uma empresa financeiramente saudável. O desafio se mostra ainda maior para aquelas que funcionam com equipes reduzidas e margens de lucro apertadas.

Por mais que as despesas tributárias estejam em dia e o fluxo de caixa esteja bem, a conta simplesmente não fecha. Mas, não é preciso promover uma transformação muito grande na sua empresa para limitar os gastos.

Na maioria dos casos, pequenos ajustes e mudanças de hábito geram resultados bastante significativos. Quer saber quais são as principais medidas para controlar as despesas na indústria? Confira nesse artigo que preparamos para você. Boa leitura!

Qual a importância da redução de custos na indústria?

O crescimento de uma organização não depende só do quanto arrecada com os seus produtos e serviços, mas também do quanto gasta para produzi-los. Uma empresa pode agradar seus clientes e vender muito, mas se os custos forem maiores que os valores arrecadados, ela não crescerá.

Por isso, ao pensar em redução de custos na indústria, é necessário realizar um planejamento adequado dos cortes que serão implementados. Antes de qualquer coisa, a seguir, o que você precisa se perguntar.

  • Eu conheço realmente os custos da empresa?
  • Quais os impactos da diminuição dos custos sobre as atividades realizadas?
  • As medidas levantadas poderiam trazer consequências negativas?
  • Quais são os setores que seriam afetados e como?

Assim sendo, o primeiro passo para colocar em prática qualquer ação de redução de custos é compreender profundamente a gestão da sua empresa. Afinal, você não verá resultados ao diminuir os custos de atividades que não têm nenhum impacto nos gastos ou, ainda, modificando processos que provocarão a queda da qualidade de seus produtos.

Quais são as medidas para reduzir os custos na indústria?

Confira agora quais são os principais métodos e recursos que ajudarão a sua empresa a economizar e reduzir os custos de produção.

Contas de água e energia

As contas de água e energia costumam ter valores bastante significativos, mas não há como evitá-las. Dessa forma, diminuir seus valores é um dos bons exemplos de como reduzir os custos nas indústrias.

Para isso, invista em torneiras automáticas e descargas econômicas, substitua as lâmpadas incandescentes pelas de LED e desligue aparelhos que não estão sendo utilizados, como impressoras e monitores.

Uma alternativa interessante é instalar sensores que ligam a luz apenas quando há alguém no ambiente. Essas são alternativas simples, mas que podem ter um efeito significativo ao longo do tempo.

Papel e impressões

Mesmo com o apelo ambiental para diminuir o uso de impressões em papel, alguns tipos de documentos precisam estar fisicamente em mãos. Nesse caso, faça a impressão nos dois lados da folha, o que economizará papel. No mais, busque digitalizar os documentos e utilize as ferramentas de compartilhamento online, como o Google Drive e Dropbox, por exemplo.

Dívidas e tarifas bancárias

Busque renegociar possíveis dívidas ou tarifas bancárias com o seu banco, diminuindo as taxas de juros. No entanto, é fundamental estudar previamente se a sua empresa terá condições de lidar com as novas condições propostas.

Estoque

Analise os estoques e determine quais são os produtos que estão acumulados e diminua sua produção. Um estoque cheio e com itens parados resulta em perdas financeiras, pois as mercadorias ocupam espaço e podem estragar com o tempo.

Para otimizar o tempo de conferência de estoque, invista em softwares de controle que facilitarão as conferências.

Ferramentas de gestão

Outra ideia inovadora para a redução de custos na indústria são os softwares de gestão. Existem diversos modelos no mercado, que podem ser pagos ou gratuitos.

Uma das suas vantagens é o fácil acesso à qualquer tipo de informação. Pois está reunido em um só local tudo o que você necessita saber sobre a empresa, o que permite a tomada de decisões mais inteligentes.

É possível ver rapidamente e com clareza, quais são as áreas que merecem mais atenção e quais são os processos desnecessários ou que estão desperdiçando algum tipo de recurso. Ainda, existem alguns programas com recursos de inteligência, que lançam alertas automáticos quando aparecem riscos ou oportunidades.

Isolamento térmico e acústico

Os sistemas industriais trabalham com grandes cargas e estruturas complexas. As atividades realizadas, geralmente, transferem calor ao ambiente externo, o que causa a perda de energia entre o espaço e as máquinas utilizadas nas linhas de produção. Por esse motivo, investir em sistemas de isolamento termoacústico é uma boa opção para a redução de custos na indústria.

O isolamento térmico protege a superfície dos equipamentos, mantendo a temperatura desejada no local em que deve estar e dificultando a dissipação do calor para outros ambientes. Além de reduzir a conta de energia elétrica, essa estratégia tem impacto no controle de acidentes e ruídos existentes no ambiente industrial.

Um local com temperatura controlada é mais seguro e confortável para as equipes de trabalho na realização de qualquer atividade, além de evitar o desgaste excessivo dos equipamentos e prevenir manutenções frequentes.

Planejamento

Para adotar qualquer um desses exemplos de redução de custos na indústria, é fundamental a realização de um bom planejamento. Estabeleça metas mensais, semestrais, anuais ou no período que melhor se adéque à situação da sua empresa. Mas, evite aplicar qualquer ação sem realizar análises e pesquisas sobre seu negócio e as metas que deseja atingir.

Seja qual for a estratégia tomada para reduzir os custos e ter uma gestão eficiente, é indispensável envolver as equipes nesse processo. O objetivo disso é conscientizá-las sobre as atitudes, fazendo com que participem com novas ideias. Outra dica é incluí-las na definição de metas e, quando forem alcançadas, usar uma parte do valor economizado para premiar as equipes.

A redução de custos na indústria traz benefícios para os negócios e para todos os que participam dos processos, incentivando os colaboradores a realizarem suas atividades com maior qualidade e menor desperdício, além de conservar melhor os equipamentos e o ambiente de trabalho.

Se você quer saber mais sobre a redução de custos na indústria, não deixe de conferir nosso artigo sobre como reduzir o consumo de energia!

am dia e o fluxo de caixa esteja bem, a conta simplesmente não fecha. Por isso, a busca por ideias inovadoras que permitem a redução de custos na indústria pode fazer uma grande diferença.

Porém, não é preciso promover uma transformação muito grande na sua empresa para limitar os gastos. Na maioria dos casos, pequenos ajustes e mudanças de hábito geram resultados bastante significativos. Quer saber quais são as principais medidas para controlar as despesas na indústria? Confira nesse artigo que preparamos para você. Boa leitura!

Qual a importância da redução de custos na indústria?

O crescimento de uma organização depende do quanto ela arrecada com os seus produtos e serviços, mas também do quanto gasta para produzi-los. Uma empresa pode agradar seus clientes e vender muito, mas se os custos forem maiores que os valores arrecadados, ela não irá crescer.

Por isso, ao falar sobre redução de custos na indústria, é necessário realizar um planejamento adequado dos cortes que serão implementados. Antes de qualquer coisa, você precisa se perguntar:

  • eu conheço realmente os custos da empresa?
  • quais os impactos da diminuição dos custos sobre as atividades realizadas?
  • as medidas levantadas poderiam trazer consequências negativas?
  • quais são os setores que seriam afetados e como?

Assim sendo, o primeiro passo para colocar em prática qualquer ação de redução de custos é compreender profundamente a gestão da sua empresa. Afinal, você não verá resultados ao diminuir os custos de atividades que não têm nenhum impacto nos gastos, ou modificando processos que irão provocar a queda da qualidade de seus produtos.

Quais são as medidas para reduzir os custos na indústria?

Confira agora quais são os principais métodos e recursos que irão ajudar a sua empresa a economizar e reduzir os custos de produção.

Contas de água e energia

As contas de água e energia costumam ter valores bastante significativos, mas não há como evitá-las. Dessa forma, diminuir seus valores é um dos bons exemplos de como reduzir os custos nas indústrias. Para isso, invista em torneiras automáticas e descargas econômicas, substitua as lâmpadas incandescentes pelas de LED e desligue aparelhos que não estão sendo utilizados, como impressoras e monitores.

Outra alternativa interessante é instalar sensores que ligam a luz apenas quando há alguém no ambiente. Essas são alternativas simples, mas que podem ter um efeito significativo ao longo do tempo.

Papel e impressões

Mesmo com o apelo ambiental para diminuir o uso de impressões em papel, alguns tipos de documento precisam estar fisicamente em mãos. Nesse caso, faça a impressão nos dois lados da folha, o que economizará papel. No mais, busque digitalizar os documentos e utilize as ferramentas de compartilhamento online, como o Google Drive e Dropbox, por exemplo.

Dívidas e tarifas bancárias

Busque renegociar possíveis dívidas ou tarifas bancárias com o seu banco, diminuindo as taxas de juros. No entanto, é fundamental estudar previamente se a sua empresa terá condições de lidar com as novas condições propostas.

Estoque

Analise os estoques e determine quais são os produtos que estão acumulados e diminua sua produção. Um estoque cheio e com itens parados resulta em perdas financeiras, pois as mercadorias ocupam espaço e podem estragar com o tempo. Para otimizar o tempo de conferência de estoque, invista em softwares de controle que facilitarão as conferências.

Ferramentas de gestão

Outra ideia inovadora para a redução de custos na indústria são os softwares de gestão. Existem diversos modelos no mercado, que podem ser pagos ou gratuitos. Uma das suas vantagens é o fácil acesso à qualquer tipo de informação, pois está reunido em um só local tudo o que você necessita saber sobre a empresa, o que permite a tomada de decisões mais inteligentes.

É possível ver rapidamente, e com clareza, quais são as áreas que merecem mais atenção e quais são os processos desnecessários ou que estão desperdiçando algum tipo de recurso. Ainda, existem alguns programas com recursos de inteligência, que lançam alertas automáticos quando aparecem riscos ou oportunidades.

Isolamento térmico e acústico

Os sistemas industriais trabalham com grandes cargas e estruturas complexas. As atividades realizadas geralmente transferem calor ao ambiente externo, o que causa a perda de energia entre o espaço e as máquinas utilizadas nas linhas de produção. Por esse motivo, investir em sistemas de isolamento termo acústico é uma boa opção para a redução de custos na indústria.

O isolamento térmico protege a superfície dos equipamentos, mantendo a temperatura desejada no local em que deve estar e dificultando a dissipação do calor para outros ambientes. Além de reduzir a conta de energia elétrica, essa estratégia tem impacto no controle de acidentes e ruídos existentes no ambiente industrial.

Um local com temperatura controlada é mais seguro e confortável para as equipes de trabalho na realização de qualquer atividade, além de evitar o desgaste excessivo dos equipamentos e prevenir manutenções frequentes.

Planejamento

Para adotar qualquer um desses exemplos de redução de custos na indústria, é fundamental a realização de um bom planejamento. Estabeleça metas mensais, semestrais, anuais ou no período que melhor se adeque à situação da sua empresa, mas evite aplicar qualquer ação sem realizar análises e pesquisas sobre seu negócio e as metas que deseja atingir.

Seja qual for a estratégia tomada para reduzir os custos e ter uma gestão eficiente, é indispensável envolver as equipes nesse processo. O objetivo disso é conscientizá-las sobre as atitudes, fazendo com que elas participem com novas ideias. Outra dica é incluí-las na definição de metas e, quando forem alcançadas, usar uma parte do valor economizado para premiar as equipes.

A redução de custos na indústria traz benefícios para os negócios e para todos os que participam dos processos, incentivando os colaboradores a realizarem suas atividades com maior qualidade e menor desperdício, além de conservar melhor os equipamentos e o ambiente de trabalho.

Se você quer saber mais sobre a redução de custos na indústria, não deixe de conferir nosso artigo sobre como reduzir o consumo de energia!

Nesta postagem realizamos um comparativo técnico e de preços para instalar a Manta Térmica 3TC ou Telha Sanduíche. Desta forma ficará mais fácil decidir qual a melhor opção para sua necessidade. Assim como o 3TC, a telha sanduíche é uma das opções no mercado de isolamento. Ambos atuam no controle da temperatura interna e redução do desconforto térmico em ambientes. Além disso proporcionam atenuação acústica. No entanto existem grandes diferenças entre o 3TC e a telha sanduíche que precisam ser destacadas. Nessa situação, comparamos o 3TC na espessura de 10mm com a telha sanduíche feita com o isolamento de PU (Poliuretano) nas espessuras de 30mm e 50mm.

ESPESSURA

O 3TC Isolamento utiliza menor quantidade de materiais. Enquanto podemos usar o 3TC de 10mm, a telha sanduíche geralmente utiliza 30mm ou 50mm do PU. Isso sem contar com a proteção mecânica em cima para proteger o isolamento térmico. Sabe o que isso significa? Uma segunda camada de telha que vai resultar em um gasto ainda maior de materiais na obra. Com a telha sanduíche você compra duas telhas mais isolamento térmico quando poderia ser apenas uma.

RADIAÇÃO

O 3TC, através de sua estrutura (Mylar + Núcleo de EPS) consegue barrar as três formas de transferência de calor. A telha sanduíche, no entanto, barra apenas uma das três formas de transferência de calor, no caso a condução. Como sabemos, 70% da incidência do calor vem através da radiação solar. Por que não utilizar um isolamento que vai não só trabalhar contra a condução (como a telha sanduíche) mas também contra a convecção e radiação?

DENSIDADE

3TC têm o peso extremamente menor que o peso da telha sanduíche com PU. A estrutura fica bem mais pesada quando ela é composta por duas telhas. Falando apenas sobre a densidade dos materiais de isolamento, a do 3TC é de 16 – 18 kg/m3. Enquanto isso a densidade do PU na telha sanduíche é de 35 kg/m3 a 39 kg/m3, ou seja, além do peso estrutural de duas camadas de telhas, o peso do PU individualmente é bem superior ao peso estrutural do 3TC.

PREÇO

O investimento por m2 do 3TC de 10mm instalado custa aproximadamente R$30,00. O m2 da Telha Sanduíche utilizando o PU como isolante custa uma média de R$ 55,00 mais os custos de instalação que podem chegar a R$20,00 o m2, totalizando assim uma média de R$ 75,00 com instalação. Ou seja, o preço do 3TC instalado é 60% menor do que o custo da telha sanduíche!

Além disso, na telha sanduíche você ainda terá um gasto maior com a estrutura para suportar o peso do metal utilizado duas vezes nas telhas, pois uma camada é utilizada para a proteção mecânica do isolamento térmico. Agora a pergunta: Para que ter o gasto com duas telhas e um isolamento térmico incompleto se você pode investir em apenas com uma telha e um isolamento térmico (3TC) de alta qualidade? Não há dúvidas, o custo benefício do 3TC é superior a telha sanduíche.

SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO

O 3TC possuí películas refletivas com baixa emissividade que são primordiais no combate a radiação. Sabe-se que no caso de telhas expostas ao sol, esta é a forma de transferência de calor que mais contribui para o aumento da temperatura interna. O 3TC é extremamente eficiente na redução da temperatura interna, portanto, a necessidade de utilizar-se aparelhos de climatização de ambientes em estruturas revestidas pelo 3TC é bem menor comparado a estruturas revestidas pela telha sanduíche.

Ah!! falando nisso, temos uma calculadora de BTU em nosso site, aproveite para calcular o consumo elétrico do seu ambiente e os benefícios que você pode obter com a instalação do 3TC!

Voltando ao assunto, demonstramos a eficiência do 3TC em isolar um ambiente termicamente. Demonstramos por meio de um longo estudo, através dos cálculos de capacidade térmica.

Q = A . ΔT . U

O parâmetro de capacidade térmica de um ambiente significa a quantidade de energia em forma de calor que se encontra em um ambiente. Consequentemente, a partir disso, se dimensiona, através de um sistema de refrigeração, a quantidade de calor que é necessário ser retirado. Assim sendo, com o propósito de garantir conforto térmico com eficiência energética.

• “Q” representa o calor transferido do ambiente externo ao ambiente interno (carga térmica).
• “U” representa o coeficiente global.
• “A” representa a área.
• ΔT representa a variação da temperatura.

Os coeficientes estão diretamente relacionados. Quanto menor for a quantidade de calor transferido do ambiente externo para o ambiente interno, menor vai ser a quantidade de calor a ser retirada. Quanto menor for a carga térmica, menor o coeficiente global.

Resumindo em outras palavras, quanto menor for a carga transferida ao ambiente interno, menor vai ser a necessidade de aparelhos de climatização. Isto implica em redução de custos, e menor consumo de energia. Os cálculos são diretos e precisos. Eles demonstram que o 3TC de 10mm é três vezes mais eficiente que a telha sanduíche com PU de 30mm e duas vezes mais eficiente que o PU de 50mm.

Conheça os resultados obtidos pelo 3TC em vários clientes satisfeitos com a nossa tecnologia.

A 3TC Isolamento faz um trabalho completo e está sempre buscando novidades e pesquisando tudo sobre o mercado da construção civil, arquitetura, isolamento térmico e acústico para estar sempre à frente no mercado. Com o domínio técnico da área de isolamento térmico e acústico no mercado, temos a capacidade técnica e instrumentos adequados para a emissão laudos e análise técnica depois da instalação com vídeos e relatórios enviados para nossos clientes, atestando e conferindo a performance, o resultado da utilização da nossa tecnologia e dos nossos serviços, buscando sempre a satisfação e qualidade na entrega. Essa confere à 3TC um posicionamento único, aferindo, inclusive, o retorno sobre o investimento (ROI) depois de concluída a instalação do 3TC. Averiguamos também resultados diretos e indiretos em eficiência energética e produtividade dos funcionários após a instalação do 3TC em empresas.

LOCAL DE INSTALAÇÃO

Esta semana, falaremos de um dos nossos clientes que o resultado teve efeito no conforto térmico melhorando a temperatura ambiente e a produtividade dos funcionários, impactando diretamente no faturamento e no crescimento da empresa de maneira positiva. A empresa é a Márcia Morais (www.marciamorais.com.br), uma empresa que confecciona peças de moda plus size. A empresa é localizada em Belo Horizonte, no bairro Santo Agostinho, e possui muitos anos de mercado, sendo extremamente bem reconhecida no meio.

ESTUDO DO LOCAL

A área de aplicação era no local de trabalho das costureiras, com mais ou menos 100 metros quadrados. O telhado possuía pé direito baixo, com 2,30 de altura mínima, e com inclinação padrão.  As telhas eram compostas de fibrocimento, o fechamento em alvenaria, e a estrutura do telhado todo de madeira, com parte elétrica e fios passando pelo caibro e pela tesoura de madeira.

Dentre os problemas identificados pelo cliente estavam:

  • Conforto térmico inadequado: as pessoas ficavam com muito calor nas áreas de confecção e refeitório
  • Funcionárias que ficavam na área de confecção não conseguiam desenvolver seu trabalho com produtividade adequada por conta da temperatura das ferramentas de metal
  • Instalação de ventiladores atrapalhava o trabalho delicado de corte e posicionamento de peças
  • O ventilador não resolveu o problema de calor
  • Considerando instalar ar condicionado para resolver o problema

Além dos problemas identificados pelo cliente, a Equipe 3TC identificou problemas adicionais que englobam tanto o conforto térmico bem como a área para a instalação do 3TC:

  • Telha de fibrocimento tende a absorver mais calor com a incidência solar, e continuar emitindo-a na ausência do sol.
  • Falta de manutenção e limpeza das telhas: poeira e coloração escura externa ajudavam na retenção do calor.
  • Falta de ventilação cruzada, pois havia janelas em apenas um dos lados da edificação
  • Alto índice de radiação solar por conta do posicionamento da edificação
  • Pé direito muito baixo: proximidade com o telhado intensificava o problema e aumentava a convecção.
  • A instalação do ar condicionado acarretaria no aumento de custos para a empresa, sem necessariamente promover conforto térmico adequado a longo prazo.

INSTALAÇÃO E RESULTADOS

Munido das medições e dos problemas apontados pelo cliente e identificados pela Equipe 3TC, foi indicada a instalação do 3TC de 10mm colado com cola de contato abaixo das telhas, como subcobertura. O tempo de execução foi previsto em 7 horas por conta do acesso difícil a algumas áreas. A instalação acabou sendo realizada em apenas 5 horas, pois foi escolhido um dia que não teria nenhuma funcionária trabalhando, para facilitar o acesso e a instalação.

Depois da instalação foi verificada com câmera térmica e termômetro a laser de alta precisão uma diferença de 15 graus da temperatura do telhado para a temperatura abaixo do 3TC, uma eficiência enorme para a espessura e simplicidade da instalação. Com isso, a produtividade das costureiras aumentou por conta do conforto térmico causado pela instalação do 3TC. A fábrica expandiu aproveitando do mesmo ambiente, e contratou 4 novas costureiras, não houve a necessidade de instalação de ar-condicionado, e a empresa conseguiu aumentar seu faturamento e conseguir um retorno sobre o investimento no 3TC em menos de 2 meses.