Drones na construção civil: utilidades e importância

Drones na construção civil: utilidades e importância
calendar_month20/10/2022 view_list

A transformação digital, novas tecnologias e automação de processos, tornaram possível o que antes víamos apenas em telas de cinema. Quem imaginaria há algumas décadas a presença de drones na construção civil. Nem sequer existia esse nome para se referir ao equipamento. Mas a realidade é que os drones estão aí, oferecendo muitas possibilidades e utilidades nessa área tão importante.

Neste artigo, explicaremos o que são drones. Falaremos também sobre as aplicações e importância na construção civil. Avance para os próximos tópicos!

O que são os drones?

Os drones (também conhecidos como veículos aéreos não tripulados – VANTs) são aeronaves pilotadas remotamente. Quando desenvolvidos, os drones eram usados para fins militares, por exemplo: proteger a vida de soldados, realizar missões complexas, perigosas e que demandam rapidez.

Com o tempo, essas aeronaves ultrapassaram os limites militares e se tornaram populares. A razão se deve a também popularização da tecnologia que fez os preços de ferramentas, equipamentos e dispositivos eletrônicos despencaram.

Além disso, novas tecnologias e funcionalidades foram desenvolvidas, permitindo que os drones ganhassem recursos e formatos mais adequados com outras áreas comerciais, como: games, segurança patrimonial, lazer e construção civil.

No Brasil, o primeiro drone que se tem notícia foi o BQM1BR – desenvolvido em 1983 pela Companhia Brasileira de Tratores). Porém, o processo de regulamentação de uso da aeronave só começou em 2017 e entrou em vigor em junho de 2022 por meio do Regulamento Brasileiro de Aviação Civil Especial (RBAC-E) n0 94/2017.

Quanto a fiscalização das regras do regulamento, é feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) e Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

Drones na construção civil: utilidades

De acordo com o estudo “Imagining construction’s digital future”, publicado pela McKinsey & Company, o setor de construção civil investirá cerca de 57 trilhões de dólares em tecnologias inteligentes até o ano de 2030.  O que inclui a aquisição de VANTs. Mas quais são as aplicações ou utilidades dessas aeronaves nesse setor? A seguir, apontamos as principais.

Licitação

Antes de iniciar um projeto de construção, o drone pode realizar um levantamento e mapeamento topográfico da área a ser construída. Dessa forma, é possível obter um melhor entendimento sobre o ambiente e suas características geográficas.

Com base nos mapas: modelo digital de terreno (MDT) e Modelo digital de superfície (MDS), gerados pelo processamento e captação de imagens do drone, os seguintes fatores são identificados:

  • Melhores áreas para escavação, construção e armazenamento de materiais;
  • Mudanças na elevação;
  • Pontos de drenagem.

Planejamento

Os mapas MDT e MDS utilizados na fase de licitação e pré-planejamento, serão os direcionais na etapa de planejamento e desenvolvimento do projeto. Sendo assim, a criação dos moldes do projeto se torna mais rápida e a acurácia centimétrica é preservada.

Os drones podem ajudar no planejamento ao mensurar as medidas ou posicionamentos reais de bueiros, árvores, meio-fio e outros detalhes importantes. Após essa coleta, o sistema da aeronave exporta as informações para um software CAD ou GIS.  

Monitoramento da execução

Embora sejam fundamentais nas etapas de pré-planejamento e planejamento, os drones se tornam ainda mais importantes durante a execução da obra. Na fase da terraplanagem, a aeronave consegue gerar um mapa com posicionamento geoespacial (nuvens de ponto).

Então, esses dados são integrados a um software de fotogrametria. Dessa forma, os projetistas obtêm medições de volume de extrema precisão para a execução de análises de preenchimento ou corte.

Um dos resultados é percebido na economia dos custos da obra. Por exemplo, com dados precisos, a empresa reduz a margem de erro na contratação da empreiteira que retirará a terra do local da obra. Uma vez que, esse orçamento é baseado na quantidade de terra movimentada.

Inspeção de obras

Para que a construção progrida e entregue os melhores resultados, é preciso monitorar, inspecionar e acompanhar a evolução das fases da obra. O engenheiro responsável consegue obter inspeções rápidas por meio dos drones. Em pouco tempo, esse profissional tem acesso a informações, análises e comparativos precisos.

Esses dados geram um registro do progresso da obra e permitem a criação de uma linha do tempo. Ao passo que os drones inspecionam, o engenheiro compara mapas, avalia e controla tarefas, verifica o cumprimento dos prazos, economiza tempo e estuda indicadores de desempenho.

Drones na construção civil: importância

Algumas pesquisas mostram a importância dos drones na construção civil. Por exemplo, de acordo com um estudo realizado pela Drone Base, empresas que utilizam os drones aumentaram em 65% a comunicação de informações de campo e reduziram o tempo de espera por dados em 53%.

Essa velocidade no envio de informações se deve, em parte, à grande capacidade dessas aeronaves em cobrir grandes áreas em um curto espaço de tempo. Existem modelos que mapeiam 3 mil hectares (ha) em 2 horas. No entanto, esse é apenas um dos benefícios oferecidos pelo uso dos drones. Outras vantagens são:

  • Redução do retrabalho;
  • Economia no custo de levantamento de dados;
  • Tomada de decisões mais ágeis e inteligentes;
  • Diminuição do desperdício de recursos e materiais;
  • Transparência e documentação de todas as fases do projeto;
  • Acessibilidade de dados;
  • Aumento na precisão dos projetos;
  • Otimização das inspeções de obras;
  • Redução dos gastos nas inspeções de manutenção preventiva;
  • Segurança;
  • Produtividade no andamento da obra.

Conheça o Isolamento 3TC

A área de construção civil tem a sua disposição um produto de alta eficiência, qualidade e tecnologia: o Isolamento 3TC. Na sua composição, é utilizado o poliestireno expandido (EPS) e lâminas de polímero refletivo que impede 97% dos raios infravermelhos.

Ao todo, o Isolamento 3TC lida com três formas de transmissão de calor: a condução (vinda de materiais e fluidos), a radiação (originada dos raios infravermelhos) e convecção (de vapores, gases, fluidos e infiltrações de ar). Além disso, o produto é:

  • Resistente ao mofo e a água;
  • Tem eficiência energética;
  • Excelente durabilidade e vedação;
  • Versátil;
  • Fácil de instalar;
  • Isolante acústico.

Sem dúvidas, o setor de construção civil ainda receberá muitas inovações, tecnologias e ferramentas para aprimorar os seus serviços. Como vimos neste artigo, os drones são um importante capítulo na história desse setor. E devem continuar assim na posteridade.

O que achou do nosso artigo? Entendeu as utilidades e importância dos drones na construção civil? Quer ficar por dentro de outros assuntos relevantes? Então, confira os artigos publicados no blog da 3TC!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *