A tendência mundial da acessibilidade para idosos começa a ser uma realidade da engenharia e da construção. Projetos que seguem alguns princípios bem estabelecidos de design universal podem ajudar muito na construção de uma casa segura e confortável, respeitando a acessibilidade para idosos.

As residências e lares de repouso devem oferecer um ambiente seguro e controlado para pessoas com Alzheimer, demência e outras formas de deficiência de memória, por exemplo. Como os altos níveis de ruído e atividade podem agitar os residentes, um edifício ou casa que cuida do isolamento acústico, deve ser empregado em recursos tecnológicos para evitar esse problema.

Mercado de acessibilidade para idosos em crescimento

Arquitetos e construtores estão começando a se especializar na vida da terceira idade e merecem um sério reconhecimento. Não é fácil criar casas para quem mais amamos. E no futuro, o índice de idosos ultrapassará as estatísticas no Brasil, sendo, portanto, muito importante para àqueles que também trabalham no espaço de cuidados a idosos, entre outros.

Este mercado não está apenas crescendo, ele está repleto de oportunidades. Os avanços na tecnologia estão proporcionando aos idosos melhores níveis de cuidado, permitindo que vivam de forma mais independente e confortável, abrindo as portas para novas construções e layouts espaciais inovadores. 

Isso soa verdadeiro em todo o mercado especial para acessibilidade para idosos, desde asilos (que oferecem cuidados médicos e pessoais em um ambiente clínico) até instalações residenciais, edifícios e lares de repouso assistido.

Então, quais são as principais considerações para arquitetos, construtores e designers de interiores ao projetar acessibilidade em residência e casas de repouso para idosos?

Dica 1. Luz natural

Concentrar-se na luz natural nos planos residenciais traz muitas vantagens. Além dos benefícios para a saúde, como a produção de vitamina D, a luz natural melhora o estado emocional e mental dos residentes. A exposição à luz natural ao longo do dia ajuda a regular os ritmos circadianos e contribui para estabelecer padrões regulares de sono.

Para a instalação em si, maximizar a luz do dia em relação à iluminação artificial também pode criar um edifício mais eficiente com custos operacionais ao longo do tempo.

Dica 2. Sustentabilidade

Os conceitos verdes são fatores cada vez mais importantes na criação de acessibilidade para idosos em residências e lares de repouso. A melhoria da qualidade do interna de circulação de ar, isolamento acústico, economia de energia e água, redução de umidade, vistas da natureza, estão sendo levadas em consideração.

Dica 3.Pisos amigáveis

Superfícies escorregadias não são o único perigo, embora sejam os mais óbvios. Todos os pisos devem ser antiderrapantes, por exemplo, adicionando tapetes antiderrapantes. Travessias são tão perigosas quanto escorregões, portanto, elimine pontos de tropeço sempre que possível.

Dica 3. Melhorar o banho

A maioria das pessoas pensa nas barras de apoio do chuveiro como uma forma de tornar o banho mais seguro. Existem outras maneiras de ajudar a garantir a segurança no banho, como ter um box amplo, controle de ducha com uma única alça, controle de pressão balanceada, etc.

Dica 4. Escadas seguras

acessibilidade para idosos

A acessibilidade para idosos que vivem em casas com mais de um andar, os corrimãos são obrigatórios, em ambos os lados da escada, se possível. Certifique-se de que toda a escada esteja bem iluminada de cima para baixo. Passos claramente definidos que mostram onde está a borda da banda de rodagem podem ajudar a prevenir quedas.

Dica 5. Otimizando espaço

Em qualquer empreendimento, cada metro quadrado conta e isso é especialmente verdadeiro em lares de repouso e instalações com acessibilidade para idosos. Um espaço aberto deve ser alocado para equipamentos médicos e permitir a liberdade de movimento de residentes e cuidadores. Obter esse equilíbrio certo requer planejamento no projeto arquitetônico e escolha inteligente de materiais.

Opções disponíveis no mercado são o uso de divisórias de vidro emparelhadas com filme, tecnologias de vidro inteligente, filmes PDLC — soluções modernas para um ambiente mais saudável, que oferecem privacidade e transparência ao mesmo tempo, são mais sustentáveis ​​e dinâmicas.

Lembre-se: a maneira como construímos e projetamos residências de acessibilidade para idosos pode ter um impacto significativo na qualidade de vida de milhares de nossos entes queridos. 

Dica 6. Audite seu prédio

Peça a um especialista em acessibilidade para idosos para  auditar a área de entrada do prédio a cada 3 anos, ou mais regularmente, se necessário. Um bom especialista em acessibilidade frequentemente será capaz de sugerir soluções acessíveis. Assim que possível, após a auditoria, desenvolva um plano de implementação para abordar cada questão identificada no relatório, de acordo com as prioridades das questões.

Dica 7. Qualidade do ar

O ar é um dos principais problemas dentro do projeto de construção, agregando a isso, outras patologias vinculadas à umidade. São causas típicas de danos à saúde, problemas respiratórios. O ambiente interno deve ser sempre impermeabilizado em razão da umidade que pode se manifestar de diversas formas. 

São elementos muito importantes que devem ser implementados no projeto para a execução da obra. A prevenção dessas patologias, se for desprezada por medidas de contenção de gastos, pode acarretar problemas no futuro, como insalubridade, manchas, bolores e doenças respiratórias. 

Dica 8. Pense na acessibilidade para idosos fora do prédio

Certifique-se de que as vagas de estacionamento para pessoas com deficiência e de idosos sejam respeitadas. A superfície e a iluminação ao redor do prédio ou da casa, bem como a porta de entrada principal esteja corretamente desenhada, e que pelo menos uma entrada seja fácil caso a entrada principal não estiver acessível.

Se qualquer área externa tiver declives muito íngremes, certifique-se de que os degraus e as rampas estejam disponíveis e que sejam projetadas corretamente. Assim, evite colocar degraus na entrada de um edifício, sempre que possível. Onde forem necessárias, então forneça uma rampa ou plataforma elevatória conforme apropriado.

Mantenha os elevadores desimpedidos, verifique se corredores não são obstruídos por espaços de entregas, máquinas ou qualquer outra coisa. Deixe as portas mantidas abertas sempre que possível. Os prédios devem ter placas para permitir que seus usuários saibam para onde precisam ir. Os sinais devem ser projetados de acordo com as diretrizes de melhores práticas, com textos grandes o suficiente para que sejam legíveis.

Se você fornece banheiros para o público idoso, tenha banheiros que os usuários também com deficiência, possam usar. Forneça um sistema de alarme em seus banheiros de acessibilidade para idosos e teste-o regularmente.

Planeje cuidadosamente a localização, a saída e a luminosidade externa, que deve ser distribuída uniformemente. Evite acabamentos de superfície lustrosos, brilhantes e polidos, reduza os reflexos. Para isto, use diferenças de cor e intensidade para criar contrastes visuais. Isso ajudará os usuários que tenham deficiência visual a distinguir entre paredes e pisos, fundos de portas e acessórios.

O design universal da acessibilidade para idosos não é, como alguns pensam, estritamente só para idosos ou deficientes. O conceito de design universal é tornar os espaços de vida e trabalho igualmente confortáveis, seguros e acessíveis para todos, independentemente da idade ou capacidade física. Essas ideias podem ajudar a tornar uma casa mais segura para um residente mais velho, e são muito inteligentes para proprietários de todas as idades.

Dica 9. Tecnologia de isolamento térmico

Por exemplo, a tecnologia 3TC faz uso de isolamento térmico (pioneira no Brasil), que garante maior durabilidade por causa da sua composição de EPS anti-chamas e de películas refletivas que não conduzem eletricidade.

Com isso, é possível ser instalado no meio de pisos, paredes, tetos (incluindo telhas e telhados de todos os tipos), ou como manta térmica, em contêineres, veículos e até em dutos de ar-condicionado. Seja para o frio ou para o calor, o isolamento térmico é muito importante para os idosos, pois são tecnologias capazes de controlar todas as transferência de calor, diferente dos isolantes convencionais

Lembre-se: a tecnologia 3TC de isolamento forma soluções ideais para um ótimo desempenho no seu projeto, tal como a eficiência térmica (conforto no calor e no frio), durabilidade (não se danifica com facilidade), e sua segurança.

 

O 3TC® atende a todas as demandas exigidas no mercado de construção civil, o que garante inúmeras vantagens tecnológicas e de inovação no mercado atual brasileiro.

Quer saber mais sobre como podemos melhorar a qualidade de vida de residentes para idosos? Fale conosco hoje e conheça nossos produtos 3TC!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *