Steel frame: saiba se é a melhor opção para a sua obra

Steel frame: saiba se é a melhor opção para a sua obra
calendar_month12/09/2022 view_list

O Light Steel Framing (LSF), também conhecido como Steel Frame, é uma evolução no mercado da construção civil. Quando traduzimos esse termo do inglês para o português, fica: estrutura em aço leve. Como o próprio nome já revela, o Steel Frame é uma opção de sistema construtivo que entrega leveza, resistência e durabilidade. Por isso, é bem utilizado em diversos tipos de edificações.

Neste artigo, explicaremos com maiores detalhes o que é esse sistema construtivo. Falaremos também como funciona, as vantagens e desvantagens. Por fim, mostraremos como um bom sistema de isolamento otimiza a eficiência do Steel Frame. Acompanhe os próximos tópicos!

O que é o Steel Frame?

Na introdução, dissemos que o LSF é uma evolução do mercado da construção civil. Agora, vamos explicar o porquê. A origem desse sistema é dos Estados Unidos da América (EUA), e surgiu com a proposta de inovar um antigo conceito construtivo: o wood framing. Lá pelo século 19, esse tipo de edificação consistia na formação de uma estrutura de madeira na qual eram fixadas placas de fechamento.

No caso do Steel Frame, a estrutura é em aço galvanizado. Assim, para o fechamento, são utilizados diversos tipos de placas. As mais comuns são:

  • oriented strand board (OSB) – estrutura criada com tiras de madeira prensadas dispostas na mesma direção;
  • placa cimentícia – estrutura impermeabilizada e prensada feita com celulose, cimento, fio sintético e aditivos;
  • membrana hidrófuga – placa de polipropileno (material que impede a entrada de umidade na residência).

No Brasil, o LSF se tornou popular nos anos 1990. Desde então, a área nacional de construção civil sente a diferença entre esse sistema construtivo e as outras opções encontradas no mercado. Um dos diferenciais é a boa relação custo-benefício e a agilidade na entrega das construções.

Como funciona o Steel Frame?

Os três principais atributos do sistema Steel Frame (leveza, resistência e durabilidade) permeiam todas as áreas da estrutura construtiva. Então, para entendermos melhor como isso acontece, a seguir, mostraremos como funciona cada parte do LSF.

Fundação

A base do sistema é o radier – uma laje de concreto armado ou alongado que se posiciona entre a residência e o solo do terreno. Entre as razões para a utilização do radier, está a melhor distribuição do peso da estrutura sobre o solo.

Antes da fundação, são realizadas as instalações elétricas e hidráulicas (águas pluviais, tubulações de esgoto, fiações de energia, internet e telefonia) projetadas para ficaram abaixo da casa.

Posicionamento de painéis

Em vez de tijolos, como dito, o Steel Frame utiliza painéis de fechamento. Funcionam como placas de drywall, mas projetados com várias camadas de aço galvanizado. Existem duas opções de montagem:

  • Na fábrica – seguindo os moldes do projeto construtivo (facilita o andamento da obra e reduz desperdícios de material);
  • No local da obra – os painéis são montados e ajustados na área da edificação.

Vale ressaltar que o posicionamento e a quantidade de painéis se alinham com a estrutura da casa. Sendo assim, esse trabalho costuma ser personalizado, considerando as variações de cada projeto.

Paredes externas e internas

Nas paredes externas, encontramos os seguintes componentes:

  • Estrutura anticorrosiva de aço galvanizado;
  • Materiais adequados (OSB, placa cimentícia, membrana hidrófuga etc.);
  • Base coat – massa aplicada para impermeabilizar e unificar as placas;
  • Revestimentos – texturas, pinturas, pedras, madeira, porcelanato, cerâmicas etc.;
  • Lã de vidro – isolante térmico e acústico aplicado dentro dos painéis.

Agora, nas paredes internas, são utilizados:

  • Placa de gesso acartonado;
  • Massa niveladora;
  • Revestimentos (as opções são as mesmas utilizadas nas paredes externas);
  • Lã de vidro.

Dessa forma, durante a montagem das placas, é fundamental observar se as junções estão unificadas. O ideal é que estejam quase imperceptíveis.

Cobertura

A laje da casa segue basicamente o mesmo modelo da estrutura das paredes externas. No entanto, recebe também uma camada de concreto e contrapiso armado. Após isso, a estrutura recebe argamassa, revestimento e lã de vidro (para reduzir os ruídos vindos do andar superior – caso exista ou venha a existir).

Esquadrias

São fixadas na estrutura de aço e instaladas da mesma maneira que em uma construção convencional. Para uma boa finalização, os vãos da construção devem ser feitos de acordo com as esquadrias, além de estarem alinhados e nivelados.

Um processo importante a ser realizado é a vedação das junções das esquadrias com o aço do painel. Essa vedação pode ser feita por meio de fitas asfálticas e espumas. Em seguida, é necessário verificar se as esquadrias abrem e fecham corretamente, ou seja, sem emperramentos. 

Vantagens e desvantagens do Steel Frame

Assim como todo sistema construtivo, o Steel Frame tem as suas vantagens e desvantagens. No entanto, ao analisarmos esses contrapontos, notamos que os benefícios superam os fatores não tão vantajosos.

Vantagens

Dentre as muitas vantagens do LSF, podemos destacar:

  • Redução do peso da estrutura;
  • Agilidade na entrega da edificação;
  • Sustentabilidade – pouca geração de resíduos e utilização de recursos naturais (como a água);
  • Melhor eficiência e precisão na execução da obra;
  • Diminuição do custo financeiro;
  • Qualidade no isolamento acústico e térmico;
  • Aumento das opções de acabamento.

Desvantagens

No entanto, podemos apontar duas desvantagens. São elas:

  • Limitação no número de pavimentos – no geral, as edificações feitas com o sistema Steel Frame são térreas ou de até 5 pavimentos;
  • Mão de obra especializada – ainda é um desafio encontrar empresas ou profissionais especializados nesse sistema. Em especial, nas regiões interioranas.

Isolamento para a melhoria do Steel Frame

Existe uma maneira de melhorar o desempenho do isolamento térmico e acústico do Steel Frame: o poliestireno expandido (EPS). Dessa forma, a estrutura da construção absorverá com mais facilidade os ruídos e os níveis externos de temperatura.

Sendo assim, no interior do imóvel, se eleva o conforto térmico e acústico, bem como diminui os custos com energia elétrica vindos com a utilização de aquecedores ou aparelhos de ar condicionado. O resultado é uma melhor qualidade de vida e experiência nos ambientes internos.

Conheça o Isolamento 3TC

A 3TC é uma solução completa em isolamento térmico. Enquanto os sistemas tradicionais lidam com apenas 10% da condução de calor, o sistema da 3TC impede a transferência de calor nas suas três formas: convecção, radiação e condução.

Por meio do poliestireno expandido (EPS), a manta térmica 3TC impede o impacto de 97% dos raios infravermelhos. Além disso, é um material flexível, durável e impermeável. A aplicação pode ser feita em construção residencial, comercial, agropecuária ou industrial.

Sem dúvidas, o setor de construção civil ainda tem muito a avançar. Podemos esperar inovações que proporcionem ainda mais qualidade de vida para as pessoas, redução de custos e agilidade para as obras. Nós, da 3TC estamos comprometidos com esse futuro!

O que achou do nosso artigo? Entendeu como funciona o sistema Steel Frame? Quer continuar bem informado? Então, confira outros artigos publicados no blog da 3TC!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *