O telhado colonial integra a fachada de uma casa, garantindo a beleza e a funcionalidade do projeto. Composto por uma estrutura de madeira, pela cobertura de telhas e por condutores pluviais alia beleza e funcionalidade, conferindo um visual elegante e, ao mesmo tempo, acolhedor a obra.

A estrutura oferece apoio à cobertura, distribuindo o peso das telhas de forma adequada. Em geral, ela é construída de madeira ou de metais como alumínio ou ferro.

As telhas, elementos que protegem e vedam a construção, podem ser de cerâmica, ardósia ou fibrocimento. A estrutura conta ainda com condutores fluviais que evitam que água da chuva se infiltre na construção e é composta por calhas, rufos e coletores.

 

Dentre os tipos de telhado colonial pode-se destacar o japonês, utilizado em construções orientais, o telhado duas águas, muito comum no sul do país, o sobreposto, composto por uma estrutura sobre a outra e o estilo borboleta invertida, que se assemelha as asas desse inseto.

O que é o telhado colonial?

O telhado colonial surgiu por volta de 1600, mas se tornou popular no país no final do século XVIII.

Casas estilo colonial variam muito entre si, no entanto, a maioria apresenta um ou dois andares e exterior de alvenaria, madeira ou pedra. 

É o tipo de cobertura mais utilizada nas casas brasileiras — possui uma estrutura de madeira que apoia as telhas cerâmicas. Nos projetos tradicionais é construído com uma ou mais superfícies inclinadas, conhecidas como águas, unidas por uma linha horizontal, a cumeeira. Em geral, o fechamento é feito com o auxílio de oitões, utilizado no limite entre o telhado e as paredes.

As telhas usadas em um telhado colonial são de cerâmica, mas também é possível construí-lo de ardósia, asfalto ou de materiais sintéticos como o acrílico.

Quais as vantagens do telhado colonial?

O telhado colonial é considerado um “amigo” do meio ambiente já que a madeira usada na construção da estrutura e a argila aplicada na fabricação das telhas são materiais naturais.

Além disso, seu formato e inclinação garantem a boa vazão da água, o que o torna ideal para cidades de climas chuvosos. Pode ser construído em diferentes níveis, sendo utilizado em projetos residenciais de estilos arquitetônicos bastante variados. 

É durável, exigindo pouca manutenção e é bem resistente as ações do tempo e as variações climáticas. Vale destacar, ainda, que esse tipo de telhado fornece bom isolamento térmico a uma construção, o que ajuda a reduzir os gastos com ar-condicionado e com aquecedores.

Entre as desvantagens pode-se apontar o alto custo da energia gasta para a fabricação das telhas cerâmicas e a baixa resistência desse material aos impactos.

Quais são os tipos de telha?

As telhas usadas na construção de um telhado colonial podem ser cerâmicas, metálicas, de pedra ou de madeira.

A escolha do material está diretamente ligada ao orçamento disponível e a inclinação do telhado, uma vez que a estrutura que suportará todo o peso e a fixação devem ser planejadas de acordo com o projeto de cada construção. 

Os principais tipos de telha usados em um telhado colonial são:

Telha cerâmica

Também conhecida como canal ou meia-calha, as telhas cerâmicas têm um formato côncavo bastante característico. A montagem é feita de forma alternada, ou seja, uma telha par para cima e outra para baixo. 

Podem ser fabricadas em escala industrial ou de forma artesanal. As telhas industriais são encaixadas umas as outras e possuem dois formatos: bolsa e ponta. Já as artesanais devem ser fixadas com argamassa, areia, cimento ou cal. É um material de construção impermeável e um excelente isolante termoacústico. 

Telha de madeira

Material de grande beleza e flexibilidade, a madeira permite a construção de telhados curvos ou planos. Garante o conforto termoacústico das construções. 

O telhado de madeira é pouco usado no Brasil, devido, principalmente, ao alto custo da matéria-prima. O material é pouco durável — ao ser exposta às mudanças climáticas, passa a apresentar fissuras, exigindo a manutenção com produtos que a protejam do sol.

Além disso, a madeira pode sofrer ataque de insetos, como cupins, e de fungos que acabam comprometendo a estrutura. Outra desvantagem é que a madeira é um material comburente, o que aumenta o risco de incêndios.

Telha de ardósia

A ardósia é um material bonito, durável e bastante resistente às variações climáticas. Exige baixa manutenção, não é inflamável e é resistente a variações climáticas severas.

No entanto, possui preço bastante elevado e exige mão de obra especializada para a instalação. Além disso, exige uma estrutura de madeira robusta para suportar o peso do material de modo a garantir que o telhado não ceda com o passar do tempo.

A ardósia retém umidade, o que facilita a proliferação de fungos e oferece baixo conforto térmico, o que aumenta os gastos com ar-condicionado e aquecedor, resultando em contas de energia mais caras.

Telha sintética

Telhas sintéticas podem ser fabricadas de PET ou PVC. São duráveis, resistentes a ação do tempo e são fáceis de instalar. Além disso, não propagam o fogo. 

É um material de construção bastante leve, exigindo uma estrutura mais simples de madeiramento — assim, o custo da construção é reduzido. Para evitar que as telhas voem em dias de vento forte, é preciso calcular a inclinação e o espaçamento entre as vigas com especial atenção.

Telha de concreto

As telhas de concreto são fabricadas de cimento e areia, o que resulta em um material bastante durável e resistente. Devem ser utilizadas em telhados com inclinação mínima de 30 graus.

Podem ser encontradas em diferentes cores e, assim como as telhas cerâmicas, são impermeáveis. Exigem uma estrutura reforçada, pois são bastante pesadas. Além disso, são resistentes as mudanças climáticas. 

Telha esmaltada

As telhas esmaltadas são feitas de argila e recebem uma camada de tinta vítrea na fase de acabamento. Pode ser encontrada em diferentes cores e é bastante resistente e durável.

Alguns modelos exibem colorações diferentes em cada um dos lados. Assim, é possível combinar a cor da superfície interna com a decoração da casa e a cor da superfície externa com a fachada. Vale destacar, no entanto, que esse material é mais caro que a telha cerâmica tradicional.

Telha de vidro

Telhas de vidro permitem a entrada da luz natural nos diferentes ambientes, tornando-os mais acolhedores e aconchegantes. Essa solução também garante contas de energia mais baratas. 

Normalmente, são utilizadas com as telhas cerâmicas, por isso possui o mesmo formato dessa telha. A maior desvantagem do material é que ele pode se quebrar com facilidade. 

Telha de fibra vegetal

As telhas ecológicas são ideais para construções sustentáveis. Fabricadas de fibra vegetal e papel reciclado estão disponíveis em diferentes cores e tamanhos. São leves e fáceis de instalar. 

Assim como a de fibrocimento, esse tipo de telha vem sendo utilizada para substituir as coberturas de amianto que não podem mais ser comercializadas. 

Telha gravilhada

É uma telha metálica revestida com acabamento cerâmico. São visualmente semelhantes as telhas cerâmicas e as de concreto e são muito eficientes do ponto de vista acústico.

São leves, o que elimina a necessidade de um madeiramento reforçado, e são bastante resistente as intempéries climáticas como tempestades e ventos fortes. Exibem três modelos diferentes: romanas, shake e francesa, no entanto, precisam ser parafusadas à estrutura do telhado. 

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Quais são os modelos de telhado colonial?

É possível criar diferentes projetos de casas com telhado colonial. Entre eles, podemos citar.

Telhado meia água

O telhado meia água é um dos tipos mais simples de telhado colonial e é comumente utilizado em edículas ou em pequenas construções. É ideal para projetos que necessitam reduzir custos já que exige uma estrutura pouco robusta. 

Apresenta uma única inclinação, delimitada por um muro ou por outra estrutura de alvenaria. Popularmente, é conhecido como telhado de alpendre.

Telhado duas águas

O telhado colonial duas quedas é composto por duas estruturas de inclinações opostas, unidas por uma linha horizontal chamada de cumeeira, formando uma empena — a parte superior das paredes externas que ficam acima do forro – em cada extremidade.

Também conhecido como dois panos ou duas fases é ideal para regiões chuvosas. Alguns projetos adotam o estilo americano, no qual uma parte do telhado é mais elevada que a outra. Essa estrutura adicional é construída de madeira ou alvenaria. 

Telhado quatro águas

O telhado quatro águas garante o rápido escoamento das águas fluviais. É composto por quatro estruturas triangulares, exibindo um formato de pirâmide. Não apresenta, portanto, a cumeeira. Também é chamado de telhado de pavilhão ou de copiar.

Projetos com esse tipo de telhado podem exibir as quatro quedas ou escondê-las com uma platibanda, estrutura muito usada em construções contemporâneas, cujo objetivo é esconder o telhado.  

Quanto custa um telhado colonial?

As telhas coloniais de cerâmica  custam entre R$0,90 e R$2,00. Já a mão de obra varia muito de região para região, no entanto, o valor cobrado costuma variar entre R$30,00 e R$50,00 reais por metro quadrado.

O custo total do telhado deve levar em conta, ainda, os gastos com a madeira, com parafusos e com porcas.

Como construir um telhado colonial?

O primeiro passo para a construção de  um telhado colonial é observar o projeto e o estilo arquitetônico da residência. Nessa etapa, a função do imóvel também deve ser analisada.

Para calcular o número de telhas que serão usadas no projeto é preciso verificar a inclinação e o tamanho total da construção. Em geral, são usadas 24 unidades por metro quadrado.

Quanto mais inclinada a estrutura, mais madeira será utilizada para reforçar o telhado. O projeto deve utilizar madeiras certificadas pelo IPT (Instituto de Pesquisa e Tecnologia) que conta com uma lista de materiais indicados para esse fim.

A inclinação do telhado deve facilitar o escoamento da água da chuva, e as vigas devem ser montadas de cima para baixo. O espaçamento entre os caibros deve ser de 50 cm e entre as ripas de 38 cm. Isso garantirá que a estrutura consiga suportar o peso das telhas.

As telhas também devem ser assentadas de cima para baixo, encaixando-as umas sobre as outras. Para evitar que a água molhe as paredes externas é preciso instalar o beiral, fileira de telhas que avançam sobre a construção. 

Antes de instalar as telhas, pinte-as com tinta impermeabilizante para evitar que a umidade e o sol danifiquem o material. 

Como contratar um profissional para construir o telhado colonial?

Com o detalhamento do projeto em mãos, é hora de contratar um telhadeiro para a construção da cobertura da casa. O ideal é realizar pelo menos três orçamentos: assim será possível comparar os preços e o tempo de conclusão estimado para a finalização da obra.

Peça algumas referências do profissional que deseja contratar e visite uma obra onde ele já tenha trabalhado. Ao elaborar o contrato, regre o preço por metro quadrado e não por hora ou por dia. 

Além disso, acompanhe a obra todos os dias e cobre que todas as especificações sejam cumpridas no prazo.

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Qual material deve ser utilizado como isolante térmico?

Um dos maiores desafios das construções localizadas em cidades tropicais é proporcionar conforto térmico aos moradores sem aumentar excessivamente os custos com energia elétrica.

Para isso, o ideal é utilizar soluções como a manta térmica e o 3TC.

Manta térmica

A manta térmica é composta por uma membrana reflexiva de alumínio reforçado e por uma malha mecânica de alta resistência. O material evita que o calor do sol seja absorvido pela edificação e bloqueia o excesso de calor.

O produto também é indicado para construções localizadas em cidades muito frias — nesse caso, o material impede que o calor gerado no interior do imóvel seja dissipado com facilidade.

3TC

O 3TC é um isolante termoacústico composto por um núcleo de EPS antichamas e duas películas reflexivas de alta eficiência e durabilidade. Além de telhados, pode ser instalado em pisos, paredes e tetos e se destaca por reduzir a transferência de calor entre a área externa e interna da construção.

Essa cobertura altamente eficiente veda o ambiente e impede a entrada de vapores, o que inibe a transmissão de calor por convecção. Além disso, diminui a radiação, como as tintas reflexivas e mantas térmicas. 

É um material flexível e impermeável que pode ser usado em construções residenciais, comerciais, industriais e agrícolas. Além de isolar as três formas de calor, o 3TC é mais leve e econômico que a lã de vidro.

A eficiência térmica do material torna os ambientes muito mais agradáveis tanto no verão quanto no inverno o que pode gerar uma economia de até 35% no consumo de energia. Além disso, o 3TC é muito mais leve que os materiais isolantes tradicionais, reduzindo o custo com transporte para o cliente final. Confira, na imagem seguinte, a aplicação do 3TC em um telhado colonial.

telhado colonial 3TC

telhado colonial 3TC

16 Projetos de telhado colonial para se inspirar

1. Casa de madeira com varandacasa telhado colonial

Imagem: Pinterest

O projeto exibe um telhado duas águas e uma ampla varanda que se projeta a parte da frente da casa. O charme da construção é amplificado pelo uso das telhas negras, pelos detalhes em madeira escura e pelo projeto paisagístico primoroso. 

2. Área de lazer com telhado duas águas

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

O projeto dessa área de lazer incluiu um lindo telhado colonial duas águas com madeiras e tijolos aparentes. As bancadas e a ilha em tons terrosos contrastam com a mesa e as telhas de cores claras e com o piso de pedra, dando charme extra ao espaço.

3. Casa branca com telhas azuis

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa casa cheia de estilo utiliza telhas coloniais azuis em todo o telhado, que se divide em diferentes níveis. Na entrada, uma pequena varanda recepciona os moradores e visantes, oferecendo charme adicional ao projeto. As cores claras e vibrantes da fachada e a textura da madeira dão ainda mais personalidade a essa casa.

4. Pequena casa com múltiplos telhados

casa telhado colonial duas águas

 

Imagem: Pinterest

Essa pequena casa com varanda de piso de concreto exibe telhado colonial uma água dividido em três partes, o que dá charme adicional a construção. Na frente da casa, a cobertura proporciona sombra e conforto adicional aos moradores. As cores claras usadas cobertura oferecem ainda mais beleza à construção.

5. Casa duas águas, três águas e quatro águas em um só projeto

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa casa de arquitetura moderna apresenta múltiplos tipos de telhado colonial distribuídos de forma inusitada. A cor da fachada contrasta com os tons escolhidos para a cobertura e oferece charme adicional ao projeto. As pedras das varandas dialogam com o calçamento, tornando o espaço mais acolhedor.

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa bonita casa de praia utiliza o telhado colonial divido em uma, duas e três águas. As cores claras usadas na fachada e na cobertura ajudam a dissipar o calor e garantem a beleza do projeto. Além disso, a casa conta com amplos espaços sombreados, como varandas, sacadas e áreas de lazer, o que garante o conforto dos moradores mesmo nos períodos mais quentes do dia. 

6. Casa branca com gramado e jardim

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa ampla residência com fachada de pedras exibe telhado duas águas que sombreia toda a extensão da casa. As cores claras tornam o espaço bonito e elegante. O amplo gramado e o projeto paisagístico dão charme extra ao projeto.

7. Casa com diferentes estilos de telhado

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa casa com fachada de pedra combina um telhado colonial que exibe vários recortes, com um amplo telhado embutido. O resultado é um espaço cheio de beleza, charme e autenticidade. 

8. Casa rústica com telhados uma queda

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa casa com fachada de pedra exibe telhado colonial uma água dividido em dois segmentos. As amplas varandas funcionam como sala de estar e área de lazer. As cores sóbrias da cobertura dão charme adicional ao piso de tijolos e aos detalhes da varanda. O paisagismo e a ampla lareira de pedra oferecem um toque de sofisticação a residência.

9. Casa com telhado colonial de madeira

varanda telhado colonial duas águas

 

Imagem: Pinterest

Essa bela casa combina um amplo telhado colonial duas águas com vigas de madeira de demolição e detalhes de aço fundido. Todo o espaço usa detalhes em pedra e madeira, de modo a garantir o conforto dos moradores e visitantes. O pé direito amplo amplia o conforto térmico e dá um toque de elegância ao projeto.

10. Casa tradicional com telhado colonial uma água

varanda telhado colonial duas águas

 

Imagem: Pinterest

Essa casa combina diferentes estilos de telhado colonial, o que torna o projeto mais moderno. As cores terrosas e as pedras da fachada, combinadas ao projeto paisagístico, garantem a autentidade da casa e destacam os detalhes em madeira de demolição usados no projeto.

11. Casa branca com cercas de bambu

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Esta casa se tornou mais acolhedora ao receber o telhado colonial. Misturando as opções de meia-água, duas águas e quatro águas, a casa conta ainda com uma ampla varanda que contorna toda a sua extensão. Os tons claros dão um toque de glamour a fachada onde o maior destaque são as amplas janelas que garantem o maior aproveitamento da luz natural. 

12. Casa com vigas metálicas aparentes

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Aqui, o telhado colonial exibe forro de madeira e vigas aparentes de aço, o que torna o ambiente sofisticado e elegante. Todo o espaço combina diferentes texturas e materiais para garantir o conforto dos moradores e torna todo ambiente mais minimalista e cheia de personalidade. 

13. Área de lazer ao ar livre

casa telhado colonial

Imagem: Pinterest

Aqui, o telhado uma água serve para sombrear a área de lazer com pia e churrasqueira. Além de aproveitar os pequenos espaços, essa solução garante momentos agradáveis perto da churrasqueira. 

14. Casa branca com telhado com vários recortes

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Esse projeto ousado, exibe um telhado colonial estilizado que cobre o segundo, o térreo e a garagem, com coberturas de tamanhos e modelos diferentes. A cor escolhida para as telhas torna essa construção de esquina ainda mais ampla e sofisticada. 

15. E por que não adicionar um toque de ousadia?

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

ssa pequena casa moderna ganhou um toque de sofisticação ao exibir telhados de tamanhos diferentes um acima do outro. As cores neutras contrastam com a fachada de pedra e tornam o projeto atraente e elegante. 

16. Casa com telhado colonial sobreposto

varanda telhado colonial duas águas

Imagem: Pinterest

Essa casa de telhado embutido ganha charme e beleza com o acréscimo de várias varandas de telha colonial por toda a sua extensão. O concreto e o aço forjado garantem um visual mais harmonioso a fachada ao combinar tons escuros com o branco, o creme e o salmão. 

Quer saber mais sobre reforma e construção? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter e receba as nossas atualizações diretamente na sua caixa de entrada!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *