Quer aprender como calcular forro de pvc? Esse é um dos revestimentos mais usados na construção civil e se destaca por seu bom desempenho termo-acústico e pela facilidade de instalação.

Fabricado de Policloreto de Vinila, conhecido pela sigla PVC, é muito resistente e durável. Isso significa que tem um longo ciclo de vida: alguns forros aplicados há mais de 20 anos ainda estão como novos.

Vai construir ou reformar e quer aprender como calcular forro de pvc? Então, continue a leitura do post!

O que é forro de PVC?

O forro de PVC é um material sustentável composto de produtos provenientes do petróleo e de cloro extraído do sal marinho, recurso amplamente disponível e renovável. É 100% reciclável e quando retirado corretamente, pode ser reaproveitado em outros projetos de construção ou reforma.

Além disso, é mais barato que os demais materiais de construção como a telha sanduíche e não é atacado por insetos. É resistente a umidade, leve e fácil de ser transportado, o que torna a construção mais rápida.

Observe as normas técnicas

Antes de aprender a calcular forro de PVC, você deve saber que esse revestimento é encontrado em dois formatos: régua e placa. Está disponível em diferentes dimensões e texturas, as mais comuns são frisadas, caneladas e lisas.

Para espaços urbanos, o forro liso é a melhor opção, pois evita que o material acumule poeira. Pode ser comprado em diversas cores como branco, marfim e cinza. Atualmente, o padrão madeira também está em alta. Além disso, dá para pintar o PVC para ajustá-lo a qualquer projeto.

Na hora de instalar, além de saber como calcular forro de PVC, você deve observar se o produto foi fabricado conforme as normas do PBQP-H (Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat). Também é importante analisar se o forro se ajusta a NBR 10132.

Como calcular forro de PVC?

Comece medindo o telhado com isolamento térmico onde o forro de PVC será instalado. Além da altura e da largura, anote a distância entre o telhado e o nível onde o forro ficará. Se as paredes forem irregulares, use o lado maior como base de cálculo.

Calcule a quantidade necessária

Antes de saber como calcular forro de PVC observe a maior dimensão. Se o cômodo tiver 6 x 3 m, compre lâminas de 6 m, isso fará com o ambiente pareça maior.

Com as medidas em mãos, já dá para calcular o material necessário para reformar o espaço. Vamos lá?

  • Dimensões do cômodo: 6 x 3 m.
  • Largura da lâmina: 0,2 m.

Agora, basta dividir a largura do cômodo (3 m) pela largura da lâmina (0,2 m), logo teremos: 3 : 0,2 = 15. Portanto, são necessárias 15 lâminas de PVC para fazer o forro.

Não sabe como calcular a metragem quadrada de um espaço? Multiplique o comprimento pela largura. Por exemplo, um cômodo com 10 m (comprimento) e 8 m (largura), terá 80 m².

Para saber como calcular forro de PVC, também é preciso saber a metragem das lâminas. É fácil! Multiplique a largura x comprimento: 5 m x 0,2 = 1 m². E para calcular a quantidade de lâminas necessárias para fazer o forro? É só dividir 80 m² por 1 m² = 80 lâminas.

Na hora de comprar, você também precisa saber a metragem quadrada da lâmina, por exemplo, uma lamina de 2 m (comprimento) x 0,20 m (largura) = terá 4 m².

Como calcular o acabamento?

O rodaforro tem 4 m de comprimento. Já a sanca, tem 6 metros. Prefere a segunda opção? Em um cômodo de 4 m por 5 m, você usar 4 sancas para fazer o acabamento.

Se preferir o rodaforro, você também vai precisar de 4 unidades, no entanto, terá que fazer algumas emendas. Cantos e quinas deixarão o forro mais bem-acabado. Esses materiais são utilizados nos forros de sanca, já no rodaforro eles não são necessários.

E a estrutura? Como calcular?

Ao calcular forro de PVC também é importante observar estrutura, parte mais importante do projeto, pois garantirá que a cobertura fique bem retinha e sem “barrigas”.

Os metalons devem ser instalados com espaçamento máximo de 60 cm, isso evitará que o forro apresente problemas futuros ou precise ser refeito. Os metalons devem ser instalados transversalmente.

Para saber quantas peças comprar, basta dividir o comprimento do cômodo pelo espaçamento. Por exemplo: em um espaço com dimensões 5 m x 4 m, divida o comprimento pelo espaçamento máximo, ou seja, 5 m : 0,60 m = 8,33. Ou seja, você precisará de 8,33 estruturas para montar o forro de pvc.

Mas quantos metalons serão necessários? Para descobrir, multiplique o resultado por 4, que é a largura do ambiente. Vamos lá? 4 x 8,33 = 33,32 m. Agora é só dividir o resultado por 6 (medida padrão do metalom). Assim, teremos: 33,32 : 6 = 5,55. Isso significa que serão necessários 6 metalons para montar a estrutura do cômodo.

Na hora de descobrir como calcular forro de PVC é importante considerar uma substrutura. Isso tornará a estrutura mais resistente e o forro mais estável.

Para instalar o metalom, dá para utilizar um terminal. Assim, ficará mais fácil encaixá-lo na parede já que não há necessidade de cortar o material. Para instalar 8 metalons são necessários 16 terminais, ou seja, dois para cada peça.

Dá para emendar os metalons e evitar perdar. Basta utilizar a emenda de metalom, que elimina a necessidade de parafusos já que basta conectar as peças.

O material exige algum cuidado?

A instalação deve ser feita de acordo com as instruções de montagem do fabricante. Deve-se evitar impactos mecânicos e, caso o material seja instalado em áreas externas, é importante que tenha proteção UV.

A temperatura de amolecimento do PVC é 69 °C, por isso, é bom evitar seu uso em indústrias ou fábricas cujo ambiente atinja altas temperaturas. A limpeza não exige cuidados especiais pode ser feita com água e sabão. Já o contato com solvente pode danificar a cobertura.

Agora que você aprendeu como calcular forro de PVC, que tal aproveitar para descobrir como calcular o tamanho da rampa de acessibilidade?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *