Pode ser a hora de mudar a paleta de cores da sua casa. Não há problema em mudar uma cor que você já teve por vários anos. A cor da sua casa deve fazer você se sentir bem, assim que entra pela porta. A cor influencia emocionalmente seu humor e até pode interferir no aspecto da temperatura interna, você sabia? Para melhorar seu espaço, conheça as cores que refrescam o ambiente.

Por dentro das cores

Se você tem uma cor para a qual olha todos os dias e pensa: “Eu realmente preciso mudar isso”, então é a hora de pensar uma cor nova.

A cor é um dos aspectos mais importantes do design de qualquer ambiente. Pode criar um clima ou evocar memórias de um lugar muito distante. Elas podem até fazer você sorrir, aliviar o estresse e ajudá-lo a ter uma boa noite de sono. Então, como saber quais cores são as melhores para cada função e lugar?

Os designers estão sempre usando termos como “cores quentes” e “cores frias”. Mas o que significam? Compreender esses termos o ajudará a determinar o que procurar ao escolher as cores que refrescam e ajudam a decorar sua casa.

Existem cores quentes e frias

A paleta interna é aproximadamente dividida entre esses dois grupos de cores e elas são bastante simples.

  • Vermelhos, amarelos, laranjas e cores beges ou cremosas, são consideradas quentes.
  • Azuis, verdes e cinzas são frias.

Se você olhar para a paleta de cores, as quentes estão de um lado da paleta e as frias, do outro. Quando se encontram, se misturam, formando alguns híbridos. Por exemplo, verde e roxo são híbridas e podem ser mais quentes ou mais frias, dependendo da mistura. Assim, um verde limão tem muito amarelo e é considerada quente, enquanto um verde kelly tem mais azul e funciona como fria.

Cores quentes

As cores quentes consistem em laranja, vermelho e amarelo. As combinações dessas e de cores semelhantes, tendem a fazer você pensar em coisas quentes, como luz do sol e o calor.

Visualmente, as cores quentes parecem estar “se aproximando”, e é por isso que costumam ser usadas para tornar ambientes grandes mais aconchegantes. Se você tem um quarto muito extenso, que deseja parecer mais íntimo, tente pintá-lo com uma cor quente, como terracota ou marrom, para torná-lo mais aconchegante.

Cores Frias: cores que refrescam

As cores frias são caracterizadas por azul, verde e roxo claro. Elas podem acalmar também. Onde as cores quentes lembram o calor e o sol, as cores frias, por seu lado, lembram a água e o céu, até mesmo o gelo e a neve. Ao contrário das cores quentes, as cores frias parecem retroceder, tornando-as ótimas para salas menores, que você deseja que pareçam maiores.

Se você tem um quarto muito pequeno, que deseja ampliar visualmente, tente usar uma cor como azul-claro para torná-lo mais espaçoso.

As cores frias são calmantes também

O lado azul do espectro, junto com os marrons e cinzas frios, ou os brancos frios, possuem todas as qualidades frias em sua capacidade de acalmar nossas emoções e focar até os pensamentos. É por isso que os azuis frios ou claros são os mais populares nas comunidades empresariais, porque dão poder a tranquilidade mental.

Conhecemos ícones sóbrios como IBM e General Motors, na cor de ternos e camisas masculinas, bem como uniformes de polícia, etc.

As cores que refrescam, cores frias são, portanto, melhores em salas onde a concentração e a tranquilidade são mais importantes, como quartos, banheiros, salas de estar e bibliotecas ou escritórios, onde a privacidade é mais importante.

cores que refrescam

Luz e temperatura

A cor pode fazer você se sentir, portanto, “mais quente” ou “mais frio”. Claro que você pode, usar ambientes híbridos, como transformar uma sala mais clara ou mais escura, com um quarto diferente, se desejar.

Agora, se você mora em um clima quente na maior parte do ano, pode preferir um esquema de decoração dominado por cores que refrescam como as frias. De acordo com o espaço específico, as cores podem ajudar.

Na verdade, o efeito que a cor tem na luz visível pode ser ainda mais importante do que a temperatura. No entanto, o brilho percebido tem mais a ver com a claridade da cor do que se é quente ou fria.

As cores mais claras refletem mais luz do que as cores mais escuras e profundas. Se você deseja iluminar um espaço com pouco sol ou luz artificial, escolha cores que reflitam essa luz. Para diminuir o tom de uma sala que recebe muita luz ou para adicionar contraste ao brilho, selecione cores escuras.

Criando equilíbrios

Uma coisa importante a lembrar ao lidar com cores quentes e frias, é que nenhuma sala deve ter apenas uma. Se você quiser que seu quarto seja aconchegante, use parte de cores quentes para o esquema dominante e adicione alguns elementos que incorporem cores frias (e vice-versa).

Ao escolher as cores para usar em seus projetos de decoração, é importante pensar no clima que você deseja criar. Além disso, que ele seja leve e arejado ou aconchegante e íntimo. Por isso, saber a diferença entre cores quentes e frias é o primeiro passo.

Usando as cores que refrescam o ambiente

O estresse pode surgir como de costume no nosso cotidiano. Não é preciso muito para nos deixar ansiosos e estressados. Mas a boa notícia é que você pode ajudar a manter baixos os níveis de estresse simplesmente usando as cores que citamos acima em sua casa ou trabalho.

Pensando nisso, como seu corpo e sua mente têm reações ao ver cores, vimos que tanto podem estimular seu cérebro, ou acalmá-lo. Ao pintar os cômodos da sua casa, você deve pensar em como se sentirá quando estiver no cômodo.

Cores, isolamento e ventilação

Se você tiver plantas, melhor ainda, seja aquele jardim vertical ou mesmo vasos, todos eles ajudam a controlar, reduzindo a temperatura. Além das cores que refrescam o ambiente, ter plantas fazem aumentar a umidade do ar.

Assim como evitar que o frio entre, suas paredes, teto e janelas devem ser mais herméticas possíveis para deixar o calor do lado de fora. Mas você também deve se proteger contra os raios do sol. Uma janela ao sol, sem cortinas, sem persianas, ou sem película protetora torna-se rapidamente um verdadeiro sistema de aquecimento.

Portanto, um isolamento térmico e sistemas de boa circulação de ar também é vital. Usar os princípio de resfriamento noturno ou resfriamento livre, também são importantes tanto para grandes edifícios quanto para espaços menores.

Assim, limite o efeito “estufa”. Escolha cores que refrescam o ambiente, claras. Elas poderão refletir tanto a luz quanto o calor, em vez de absorvê-los. Além disso, mantenha os quartos no escuro durante o dia. Coloque películas de proteção nas janelas, pois podem filtrar os raios ultravioleta, reduzindo o efeito do sol.

E você, já pensou nas cores que refrescam para começar a mudar seu ambiente? Inscreva-se já na nossa newsletter! Nossos conteúdos abordam: isolamento térmico e acústico, engenharia, arquitetura e sustentabilidade.

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *