Um projeto arquitetônico permite que cada construção: casa, escola, escritório, hospital ou supermercado seja projetada para atender a um propósito específico.

É de vital importância que esses edifícios, e por sua vez os ambientes que eles formam e as cidades de que fazem parte, sejam projetados para serem os melhores possíveis para seu contexto específico, uso e pessoas que os utilizam.

Vale observar que todas essas construções exigem o  planejamento cuidadoso para não desperdiçar recursos e garantir que a obra seja executada no tempo previamente estabelecido.

Assim, o projeto tem o objetivo de orientar e solucionar qualquer dúvida que possa surgir durante a construção ou reforma. Esse documento, portanto, é fundamental para garantir que a obra saia conforme o esperado.

Quer entender melhor o que é o projeto arquitetônico e para que ele serve? Continue a leitura!

O que é o projeto arquitetônico?

O projeto arquitetônico é a representação técnica do empreendimento que deverá ser executado, seja esse uma construção ou uma reforma.

Alia design, entendido como um processo criativo, e arquitetura, que se baseia na criação e na execução de soluções técnicas. Ao alinhar as duas disciplinas, o projeto arquitetônico oferece valores e qualidades formais a um empreendimento, por meio de soluções que agregam valor ao projeto e estão relacionados a geometria, espaço e estética.

Além disso, o documento serve para orientar o andamento da obra e solucionar qualquer dúvida que possa surgir durante a construção, seja essa grande ou pequena.

projeto arquitetônico

Por que o projeto arquitetônico é importante?

O projeto arquitetônico facilita a visualização da obra que será executada, garantindo que as mudanças sejam executadas de forma simples e rápida.

Claro, contratar um arquiteto gera custos. No entanto, elaborar um projeto é fundamental para que a construção não esbarre em imprevistos ou seja paralisada devido a problemas técnicos. Além disso, esse documento é fundamental para garantir espaços funcionais e adequados a necessidade de cada morador.

projeto arquitetônico

Foto: architizer.com

Quais são as etapas de um projeto arquitetônico?

Um planejamento adequado é fundamental para que um projeto de construção ou reforma ocorra conforme o combinado. Isso significa que o projeto deve seguir algumas etapas para evitar erros e garantir que a obra termine no prazo:

1. Visita ao local da construção

Nessa etapa o arquiteto e a sua equipe visitam o terreno onde será construído a casa ou o local onde a reforma será feita. Isso é fundamental para que o espaço seja bem aproveitado e o projeto utilize a luz natural da melhor forma possível.

Também são feitas pesquisas para entender melhor como o local se relaciona com a área circundante, o clima, as pessoas e quais regulamentos devem ser observados.

Além disso, essa etapa ajudará o profissional a determinar os materiais que serão utilizados na obra e o processo construtivo, reduzindo custos desnecessários, otimizando o processo de construção e o tempo da obra.

2. Definição das necessidades

Após visitar ao local da construção, o arquiteto se reunirá com o cliente para entender as suas necessidades e definir o tipo de obra que será executada. Essa conversa também definirá as características da construção e as limitações impostas pelo clima ou pela dificuldade de acesso ao local.

Além disso, nessa fase todos os documentos necessários para que a obra seja liberada serão providenciados.

projeto arquitetônico

Foto: archdaily.com.br

3. Pré-projeto

No pré-projeto todas as informações coletadas na visita técnica e na reunião com os clientes serão organizadas, o que permitirá definir os pontos principais da construção.

Essa etapa também é marcado pela apresentação do esboço do projeto ao cliente, que poderá ter uma ideia da construção e solicitar mudanças e adequações. Sempre é possível fazer alterações posteriores, mas é mais fácil durante esta fase, quando o design é mais fluido.

A fase do pré-projeto inclui ainda várias reuniões nas quais as ideias do arquiteto são apresentadas ao cliente. Isso é feito por meio de imagens de outros projetos, esboços manuais e modelos para ajudar a visualizar o tamanho, a forma e a relação dos espaços entre si.

Após a troca de informações as ideias são refinadas de acordo com o feedback até chegar a uma direção de design que será desenvolvido nas fases seguintes.

4. Planta e projeto 3D

Na quarta fase o arquiteto finaliza e apresenta ao cliente a planta arquitetônica do projeto que pode ser entendido como a representação gráfica da construção. Nessa etapa o cliente também deve analisar o projeto executivo, hidráulico, elétrico e o paisagístico.

A planta baixa exibe todos os elementos que estarão presentes na edificação, assim como a disposição dos cômodos para atender a todas as necessidades do cliente.

O layout deve ser funcional e esteticamente agradável. O projeto exibe ainda o corte, representação gráfica que ajuda na visualização da estrutura de todos os elementos da construção. Já o projeto 3D ajuda a visualizar em detalhes como será a edificação e como cada espaço da casa ficará depois que os acabamentos estiverem definidos e o projeto de decoração tenha sido concluído.

Todos esses documentos serão usados na construção e para garantir a liberação da obra junto a prefeitura de cada cidade.

5. Documentação de liberação

Na última etapa, o profissional providenciará os documentos para a liberação da obra. Geralmente, demanda muito tempo, no entanto, esta é uma fase crítica no processo de construção.

Após reunir todos os documentos, o pedido será solicitado junto aos órgãos responsáveis, dando origem ao projeto legal.

Agora que você conhece todas as etapas de um projeto arquitetônico e por que ele é tão importante aproveite para descobrir os cuidados e as particularidades na instalação do forro de gesso!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *