O que é laje treliçada e quando usar?

You are currently viewing O que é laje treliçada e quando usar?

A laje treliçada é uma cobertura pré-moldada composta por vigas de concreto armado e por uma grande armadura de treliça, daí o nome. Diferentes materiais podem ser utilizados no preenchimento, mas o poliestireno expandido (EPS) e os blocos cerâmicos são os mais populares.

O material permite cobrir espaços de até 12 metros de comprimento. A espessura varia de 12 a 30 centímetros para se adequar ao vão a ser vencido e a carga que precisará ser suportada. Após a concretagem, a laje pode ser considerada uma cobertura nervurada bidirecional.

A seguir explicaremos melhor esse assunto e mostraremos quais as vantagens desse material. Vamos lá? Acompanhe!

 

Laje treliçada, como é feito o projeto?

Vai utilizar a laje treliçada no seu projeto de construção ou reforma?

O primeiro passo é avaliar as características do projeto arquitetônico e do telhado para determinar a quantidade de peças que será utilizada. Isso inclui, é claro, o número de vigas assim como o material de preenchimento, que influenciará diretamente no peso de toda a estrutura.

A segunda etapa consiste na compra do material, equipamentos e cronograma da execução da obra. Esse controle é fundamental para garantir que a construção não estoure o orçamento.

Em geral, a laje treliçada é fabricada com placas de 12 cm de largura fixadas a treliças metálicas. Essas estruturas são colocadas sobre um cimbramento composto por formas e escoras. Entre esses elementos são dispostos o preenchimento.

Na parte de cima da estrutura é preciso acrescentar uma armadura complementar, feita no canteiro de obra. Em seguida as tubulações destinadas às instalações hidráulicas e elétricas são dispostas nos locais determinados pelo detalhamento técnico.

Chegou a finalização! O nome dessa etapa é capeamento, é nela que a laje recebe uma cobertura de concreto sobre o enchimento, nervuras e treliças. Claro, todos os cuidados da concretagem devem ser observados para garantir a durabilidade e a qualidade da cobertura.

Quando utilizar essa laje pré-moldada? O ideal é utilizar lajes treliçadas em obras residenciais ou comerciais que tenham vãos de até 12 metros.

Quais as vantagens desse material de construção?

laje treliçada

Utilizar a laje treliçada no projeto de construção de um espaço comercial ou residencial oferece várias vantagens.

A primeira delas é que esse material consegue cobrir grandes dimensões o que dá grande flexibilidade ao projeto. Para isso, basta combinar a laje com sistemas de construção que dispensam a alvenaria, como o gesso cartonado. Além disso, vale destacar:

  • O material melhora o desempenho termo-acústico de uma construção, principalmente quando o preenchimento é feito com peças de EPS. Assim, os moradores terão contas elétricas mais baratas devido à redução da necessidade do uso de aparelhos de ar-condicionado e aquecedores elétricos.
  • A redução da carga dos elementos estruturais implica na redução da seção de concreto e aço. Como esses elementos compõem a curva ABC do orçamento, há uma importante redução de custos.
  • Como a estrutura da laje tem peso relativamente baixo, dá para reduzir a carga dos demais elementos estruturais o que inclui fundação e supraestrutura, composta por pilares e vigas.
  • A laje treliçada também reduz significativamente o tempo da obra, a demanda por escoamento e a mão de obra.

E as desvantagens da laje treliçada? Quais são?

Infelizmente, ao utilizar a laje treliçada é importante considerar algumas desvantagens:

  • É preciso estar atento para que não ocorram acidentes durante a construção. Peças em EPS são frágeis e, para comportarem o peso de uma ou mais pessoas, é importante observar a resistência mínima.
  • A laje modular não deve ser usada em projetos de pequena dimensão já que suas peças têm dimensão mínima de 7,50 metros. Além disso, o processo construtivo exige a utilização de equipamentos para içar e transportar as peças entre um local e outro.
  • Esse modelo construtivo não deve ser utilizada em regiões em balanço uma vez que as vigotas precisam ser biapoiadas. Então para utilizar esse tipo de laje em uma região em balanço é necessário projetar uma viga de apoio.
  • Vale ressaltar que o poliestireno expandido é um subproduto de petróleo. Isso significa que devido às oscilações desse insumo nos últimos tempos o preço desse produto disparou, o que pode acabar por onerar demais a obra.
  • Prefira utilizar as tavelas cerâmicas somente na falta de produtos similares no mercado.

Quais são os outros tipos de lajes pré-moldadas existentes?

Prefere utilizar outro material de construção? Conheça outros tipos de lajes:

Alveolares

É a laje mais utilizada em indústrias e em casas pré-moldadas com forro de PVC. Muito resistente e durável, suporta grande carga, por isso é muito utilizada em estacionamentos, aeroportos, indústrias e shoppings centers.

É capaz de fechar grandes vãos e possui alguns elementos pretendidos. Dispensa o uso de armaduras passivas.

Convencionais

Ideais para construções de até 5 metros de vão. É composta por vigas de concreto armado, lajota cerâmica e cabeamento de concreto. A laje pré-fabricada convencional é uma das mais usadas em projetos de construção ou reforma.

Painel treliçado

O painel treliçado exibe uma grande armação treliçada que muitas vezes dispensa o enchimento. Para a construção, os painéis ficam lado a lado de modo a cobrir todo o vão.

Também pode ser utilizado como pré-forma para o concreto ou como laje nervurada, que fecha o vão em uma ou em duas direções.

Protendidas

É utilizada em projetos de grande porte como escolas, estádios e hospitais. Conseguem fechar vãos de mais até 12 metros. Contam com os mesmos elementos das lajes convencionais só que usam o concreto protendido no lugar do armado.

Gostou desse post sobre laje treliçada? Já usou essa cobertura na sua construção? Comente conosco e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Deixe um comentário