Qual a importância da agricultura familiar?

You are currently viewing Qual a importância da agricultura familiar?

A importância da agricultura familiar está diretamente ligada a formas de cultivo sustentáveis, ao aumento dos postos de trabalho no campo e ao crescimento da renda das cidades mais afastadas dos grandes centros urbanos.

Segundo dados do Censo Agropecuário, no Brasil cerca de 20% das terras cultiváveis estão nas mãos dos pequenos agricultores. No entanto, o setor concentra mais de 80% dos empregos, ou seja, é de grande importância para a geração de trabalho e renda e para evitar que as populações migrem para os grandes centros urbanos.

Ao fixar o homem no campo, as pequenas cidades passam a contar com serviços básicos como saúde, educação e saneamento básico, melhorando a vida de todos os habitantes na região.

A seguir explicaremos melhor qual é a importância da agricultura familiar para o nosso país e tiraremos todas as suas dúvidas sobre o assunto. Vamos lá? Acompanhe!

 

O que é agricultura familiar?

A agricultura familiar é caracterizada pelas pequenas e médias propriedades rurais administradas e trabalhadas por unidades familiares que produzem os mais variados alimentos para o consumo da população. Diferentes setores podem ser incluídos nessa definição como pastores, silvicultores, camponeses e extrativistas.

Plantar para garantir o sustento próprio é a principal característica da agricultura familiar. Assim, esse instrumento contribui para a diminuição da miséria e contribui para a melhoria de vida de toda a comunidade.

No entanto, para garantir alta produtividade agrícola é preciso apostar na modernização da produção rural e investir em modelos que garantam a alta produtividade. Claro, nem sempre os pequenos produtores têm recursos disponíveis para mecanizar o cultivo e as condições de crédito muitas vezes inviabilizam a contratação.

Além disso, o baixo índice de educação dificulta a implantação de meios de cultivo voltados para o comércio.

Qual a importância da agricultura familiar para o nosso país?

agricultura familiar

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), esse nicho agrícola responde por cerca de 80% da produção mundial de alimentos, cultivados em mais de 500 milhões de propriedades rurais. Muitas dessas áreas estão localizadas em regiões carentes de países em desenvolvimento, por isso, sendo importante para o combate a fome e a desnutrição.

No Brasil, 84,4% dos locais dedicados a agricultura são cultivados por grupos familiares, o que corresponde a 4,4 milhões de estabelecimentos. Além disso, esse modelo de negócios gera até 90% da renda dos municípios com até 20 mil habitantes — o que corresponde a 40% da população economicamente ativa e rende 35% do produto interno bruto do país.

Segundo o Censo Agropecuário, o agronegócio familiar responde por 59% da criação de suínos, 58% da produção de leite e 50% da criação de aves. Além disso, o setor responde por 70% da produção de feijão, 87% da produção de mandioca e 90% da de hortaliça.

Ou dito de outra maneira: com cerca de 1/5 das áreas agrícolas do Brasil, a agricultura familiar é responsável por 1/3 da produção total.

Qual a importância da agricultura familiar para o meio ambiente?

A produção agrícola familiar sustentável é aquela que supre as necessidades da geração atual sem prejudicar às necessidades das futuras gerações.

Ou seja, o desenvolvimento sustentável responde pelo fornecimento de suprimentos agrícolas que garantam a subsistência e a conservação da vida da população sem esgotar os recursos naturais para as próximas gerações. De fato, como os recursos naturais são esgotáveis e todos os seres vivos dependem desses bens para sobreviver é preciso usá-los com sabedoria e de forma consciente.

Esse modelo produtivo também se caracteriza pelo respeito as espécies naturais, pelo incentivo a produção orgânica e agroecológica que confere maior qualidade e responsabilidade ambiental aos produtos cultivados.

Quais são os benefícios desse modelo agrícola?

Além de preservar o meio ambiente e garantir que as futuras gerações possam usufruir dos recursos naturais, a importância da agricultura familiar pode ser observada ainda nos seguintes setores:

Geração de emprego e renda

Como dissemos acima, as pequenas propriedades cultivadas pelas famílias garantem a geração de renda em locais distantes dos grandes centros urbanos. Assim, os integrantes desse núcleos familiares permanecem no campo, diminuindo a migração.

Além disso, por não utilizar muitas maquinas e produtos químicos, a demanda de mão-de-obra nas pequenas propriedades é maior que nas áreas de monocultura, gerando mais empregos.

Criação de políticas públicas

A União, os estados e os municípios oferecem incentivos para a aquisição de terras, comercialização e custeio de crédito para quem atua na agricultura familiar.

Entre essas iniciativas que garantem a importância da agricultura familiar estão os Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e a Política Nacional de Assistência Técnica Rural (ATER) que visa capacitar o homem do campo e formar agentes que prestam serviços que garantam a melhoria da produção.

Certificação dos produtos

Muitas empresas oferecem certificados de origem e selos que comprovam a qualidade dos produtos que vendem. Esse reconhecimento incentiva a venda e facilita a comercialização de produtos orgânicos ou “amigos” do meio ambiente, o que se torna um grande benefício para os produtores.

Como você viu, a importância da agricultura familiar como geradora de emprego e renda tende a crescer à medida que os incentivos econômicos aumentarem e a aproximação com canais de comercialização se tornarem uma realidade em todos as cidades brasileiras.

Esse modelo produtivo é sinônimo de comida na mesa, geração de renda e crescimento do PIB nacional. Ao investir na agricultura familiar, o Brasil garante a permanência do homem no campo o que beneficia as famílias, as pequenas cidades e o mercado consumidor, que se beneficia de produtos livres de agrotóxicos e cultivados de forma sustentável.

A saúde de todos e a natureza agradecem.

Agora que você já sabe qual a importância da agricultura familiar que tal descobrir o que é e como surgiu a agricultura de precisão?

Deixe um comentário