Reforma de casa: quanto custa e como fazer um plano

Reforma de casa: quanto custa e como fazer um plano
calendar_month19/12/2022 view_list

Uma das maneiras de viver bem é ter a melhor experiência e qualidade de vida enquanto se reside em um imóvel. Para isso, é importante ter conforto, se identificar com a decoração dos ambientes internos e a área externa. Como conseguir esses benefícios? Dentre alguns modos, podemos destacar a reforma de casa.

Neste artigo, mostraremos qual é a importância desse tipo de serviço. Além disso, falaremos sobre custos e como realizar um bom planejamento para esse projeto. Acompanhe os próximos tópicos. Boa leitura!

Por que fazer reforma de casa?

A reforma de casa pode ser um processo transformador para os proprietários. Além de remodelar ambientes e trazer “novos ares” para a moradia, pode também dar um novo significado à vida dos moradores. Se reunirmos os principais benefícios de reformular o imóvel, a lista fica assim:

  • Manutenção – mesmo que a casa tenha sido construída com os melhores materiais, com o tempo, é necessário realizar uma manutenção por meio de uma reforma. Dessa forma, se estende a vida útil e a aparência do imóvel fica preservada;
  • Proteção contra problemas mais sérios – alguns problemas que causam danos (em curto, médio ou longo prazo) a estrutura da casa podem ficar sem solução. Por exemplo: vazamentos no encanamento, rachaduras nas paredes ou cerâmicas danificadas. Ao realizar uma reforma, essas pendências são resolvidas, melhorando a funcionalidade dos ambientes; 
  • Potencializar a eficiência e o conforto – devido às mudanças que acontecem na vida, o que era eficiente e confortável em casa em uma época, pode não ter o mesmo efeito em outra. Quando é feita uma reforma, os moradores têm a oportunidade de “atualizarem” o significa de conforto e eficiência, segundo a atual fase da vida;
  • Preparar para aluguel ou venda – um imóvel remodelado é mais valorizado comercialmente. Sendo assim, o preço de venda tende a subir. O mesmo acontece com o custo da locação. É possível cobrar mais caro dos inquilinos quando a moradia está bem cuidada e preservada.

Quanto custa uma reforma de casa?

Embora muitas pessoas entendam o valor e desejem reformar a casa, o gasto envolvido as desencoraja a “tocar” esse projeto. Mas o segredo para atingir o objetivo de remodelar o imóvel está, justamente, no conhecimento dos custos. Em outras palavras, é necessário colocar tudo “na ponta do lápis”.

Dessa forma, fica mais fácil se organizar financeiramente e partir para as etapas seguintes da reforma. Para facilitar a fase de conhecimento dos custos, a seguir, mostramos o preço médio dos aspectos que compõem o projeto de reforma:

Detalhes da reformaPreço médio
Pintura de paredeR$ 80,00 por metro quadrado (área interna) e R$ 90,00 por metro quadrado (área externa)
Instalar papel de paredeR$ 90,00 (instalação do rolo convencional que cobre 5 metros quadrados)
Molduras de gessoR$ 25,00 (metro linear)
Trocar azulejos e pisosEntre R$ 25,00 e R$ 35,00 (metro quadrado). O valor aumenta de acordo com o tipo de acabamento e tamanho da peça
Encanamentos de águaEntre R$ 50,00 o metro quadrado (os profissionais costumam ter valores próprios baseados em sua experiência, especialização e tamanho do serviço)
Instalações elétricasR$ 3.200,00. O preço varia de acordo com o tamanho do imóvel
Louças e metaisR$ 2.200,00 o metro quadrado

Fonte dos valores: site Habitissimo

Como planejar uma reforma de casa?

O planejamento é um processo essencial para o sucesso da reforma da casa. Isso porque, por r meio dele, o projeto segue um ritmo mais tranquilo, contorna possíveis imprevistos, cumpre prazos e adquire maior eficiência.

Além dos gastos financeiros citados no tópico anterior, existem outras etapas que devem ser incluídas no planejamento da reforma de casa. Agora, detalhamos os próximos passos para ter sucesso com esse projeto.

Briefing de arquitetura

O briefing é um rascunho ou esboço do projeto de reforma. Nessa etapa, é permitido soltar a imaginação, estudar possibilidades, pesquisar referências e anotar ideias. Assim, todas essas informações podem ser registradas em um caderno ou aplicativo de texto. O objetivo é enxugar as anotações para chegar ao tipo de reforma desejada.

Para se inspirar, uma dica é acessar sites de decoração e arquitetura. Nesses sites, é possível ver fotos e vídeos com ambientes decorados, sugestões de especialistas e recomendações de materiais. Uma segunda alternativa são os programas virtuais que simulam a finalização de uma reforma.

Por meio dessas ferramentas, é possível visualizar como ficaria uma determinada cor na parede, a implantação de uma janela ou a aplicação de uma cerâmica. Alguns desses programas ficam disponíveis para uso nos sites de empresas da área de construção e decoração.

Observe a construção para conservar os locais certos

Sim, uma mudança estética faz toda a diferença na casa. No entanto, por mais bonita que seja a decoração aplicada em um ambiente, um problema estrutural interno ou profundo, pode acabar com todo o trabalho realizado. Para que isso não aconteça, antes de iniciar a reforma, é fundamental averiguar toda a construção.

O objetivo é inspecionar cada metro quadrado em busca de rachaduras, infiltrações, pisos ou azulejos soltos e outros tipos de irregularidades. Quando alguma falha é identificada, deve ser corrigida imediatamente. Feito isso, o “caminho está livre” para reformar o ambiente.

Orçamento da obra de acordo com as necessidades

O que desejo reformar? Quanto posso investir? Essas perguntas devem ser respondidas antes de contratar empresas ou profissionais para a realização do orçamento da obra. Afinal, o custo do projeto precisa se adequar às necessidades, desejos e finanças do proprietário da moradia.

Dependendo desses aspectos, o orçamento da obra pode ser mais caro ou barato. Por exemplo, quem preza por materiais de alta qualidade e tem uma longa lista de modificações a realizar, pode esperar um custo mais alto. O contrário também é verdade: poucos serviços de reforma e materiais de média qualidade, tendem a baixar o gasto.

Compra de materiais

Cada metro quadrado da reforma deve ser medido antes de iniciar o processo de busca por fornecedores e compra dos materiais. Essa mensuração indicará a quantidade aproximada de itens necessários. Dessa forma, se evita desperdícios financeiros no decorrer do projeto. As etapas a serem seguidas nessa fase, são:

  • Lista dos materiais – aliste tudo que precisará para a reforma: tinta, areia, cimento, fiações, porcelanatos etc.;
  • Ciclo de vida – confira o prazo de validade dos materiais para alinhá-lo com as fases da reforma. Quando o prazo é curto, o item não deve ser comprado com muita antecedência;
  • Sustentabilidade – materiais sustentáveis (com baixo impacto na natureza) costumam ser mais baratos, eficientes e ter uma longa vida útil;
  • Estética – o material (em especial para o acabamento) deve se harmonizar com a proposta decorativa da reforma. Sendo assim, além de ficar bonito, o ambiente entregará também personalidade e estilo.

Escolha de profissionais

Essa etapa deve ser realizada com muita cautela. Uma vez que, a contratação de um profissional não especializado, pode comprometer a qualidade de todo o projeto de reforma de casa. Para aumentar as possibilidades de acertar na escolha do profissional, é essencial que:

  • Obtenha indicações e referências (em sites, redes sociais, de amigos ou familiares);
  • Avalie a experiência;
  • Converse sobre o projeto e preste a atenção às soluções apresentadas;
  • Peça um contrato;
  • Contrate por especialidade (pintor, decorador de interiores, eletricista, encanador etc.). Evite o profissional que faz de tudo um pouco.

Conheça a 3TC Isolamento e leia mais conteúdos 

Bem-estar, conforto e qualidade de vida – tudo isso pode ser conquistado após uma reforma. Por fim, para potencializar esses benefícios, uma estratégia é incluir o isolamento térmico da 3TC no projeto. Assim, por meio desse sistema, os ambientes internos da casa, escritório ou indústria ficam livres do desconforto térmico vindo com as altas temperaturas.

Como isso é possível? Com a eficiência do poliestireno expandido (EPS) – material flexível e impermeável que barra 97% dos raios infravermelhos. O resultado é uma excelente vedação que impede as três formas de transmissão de calor: radiação, condução e convecção.

Sendo assim, após, por exemplo, reformar uma varanda, espaço de trabalho, telhado ou sala, os frequentadores sentirão prazer em estar no ambiente mesmo nos meses mais quentes do ano

O que acha de implantar o isolamento térmico 3TC na reforma da casa? Conheça agora mesmo todas as vantagens dessa tecnologia. Acesse o nosso site! Quer continuar bem informado? Então confira outros artigos valiosos publicados no blog da 3TC.

2 Comentários

    1. Olá, Ezequiel! Obrigada pela sua pergunta. Existem vários tipos de espumas expansivas e a maioria serve para vedação e isolamento. Mas, existem alguns tipos específicos para a aplicação de pedras na parede. o Ideal é sempre verificar o rótulo do produto ou consultar o fabricante pra verificar as possíveis utilizações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *