Drywall: o que é, para que serve e mais sobre o sistema

Drywall: o que é, para que serve e mais sobre o sistema

A área de construção civil brasileira tem à sua disposição muitos materiais e sistemas que entregam resistência, durabilidade e beleza para as edificações. Dentre as possibilidades disponíveis no mercado está o Drywall. Na prática, esse sistema permite que uma edificação seja feita de forma mais limpa e rápida. Apesar dessas e outras vantagens, muitos ainda se perguntam: Drywall, o que é?

Neste artigo, explicaremos como funciona esse sistema de construção. Além disso, mostraremos como aplicá-lo e abordaremos dúvidas comuns sobre o Drywall. Acompanhe os próximos tópicos!

Drywall: o que é, afinal?

Explicando de maneira simples, o drywall é um sistema construtivo a seco. Isso significa que não se utiliza água, e, se necessário, a quantidade é mínima. Outra característica do drywall é a pré-fabricação. Sendo assim, o material chega pronto ao local da obra, para a instação.

Durante esse processo, não é preciso aplicar argamassa ou outro tipo de produto. Dessa forma, realiza-se a construção sem acúmulo de poeira ou outra forma de sujeira gerada nas obras convencionais. Quanto a montagem, a realiza com o encaixe das placas.

Dependendo do projeto, as paredes de drywall podem ganhar um reforço térmico ou acústico. Já o design é versátil, assim, se adapta bem às especificações de todo tipo de projeto arquitetônico e decorativo – tanto para áreas externas como internas.

Para que serve o Drywall?

Para conhecimento, o termo drywall significa “parede seca”. Como o próprio nome já revela, esse sistema substitui as paredes tradicionais que são construídas com materiais molhados (cimento, água, argamassa etc.). Mesmo sem o uso desses materiais, o drywall é resistente e pode ser utilizado nas seguintes situações:

Dividir ambientes

Por meio do drywall, dividam-se os ambientes internos e externos de maneira similar ao modelo de paredes tradicionais. Porém, por ter uma espessura mais fina, o drywall consome menos área útil da construção. Além disso, é resistente ao ataque de fungos, umidade e fogo. É possível também pintar ou reformar as paredes de drywall, assim como é feito com as paredes comuns.

Fazer isolamento acústico

Com dito no tópico anterior, as paredes de drywall podem receber um tratamento acústico, sem precisar aumentar muito a sua espessura. Isso porque, na realidade, o drywall já é desenvolvido com uma capacidade de isolamento acústico maior do que as paredes tradicionais. Esse benefício gera qualidade de vida para as pessoas que moram ou trabalham em lugares movimentados (como em centros urbanos).

Embutir iluminação

Um bom projeto de iluminação faz toda a diferença na decoração dos ambientes. Não importa a quantidade, posicionamento ou tipo de material utilizado nos pontos de luz, eles podem ser embutidos no drywall. Como esse sistema permite pinturas e texturas, o projeto de iluminação pode combinar com o design desejado para a parede.

Criar móveis e nichos

Quando as paredes de drywall são implementadas com eficiência, é possível instalar móveis, nichos e prateleiras, dos mais diversos tipos de material (aço, madeira ou metal). No entanto, é recomendado que o peso médio não ultrapasse os 60 kg por metro quadrado. Outra possibilidade é a instalação de equipamentos, como TV, climatizadores e ar condicionado.

Como fazer parede de Drywall?

O sistema drywall permite que as paredes sejam instaladas com muita facilidade. Isso é possível devido à composição e as possibilidades que o material oferece para a construção. A seguir, explicamos sobre esses aspectos.

1. Estrutura

A estrutura é composta por perfis de aço galvanizado e chapas de gesso acartonado parafusadas. No caso dos perfis (simples ou duplos), a espessura costuma ser de 48, 70 ou 90 milímetros. Quanto ao espaçamento entre eles, costuma ser de 400 ou 600 milímetros em paredes retas. Já nas curvas, o espaçamento é menor. A metragem se baseia no raio de curvatura.

2. Chapas

Segundo a Norma Técnica Brasileira (NBR) 14.715, produzida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), as placas (ou chapas) de gesso acartonados podem ter várias metragens diferentes. Entretanto, as medidas ideais são: 1200 x 1800 milímetros e 1200 x 2400 milímetros. Já os tipos encontrados no mercado, são:

  • Placa Standard (ST) – utilizada em áreas internas secas;
  • Resistente à umidade (RU) – aplicada em áreas úmidas;
  • Resistente ao fogo (RF) – indicada para rotas de fuga, saídas de emergência e ambientes com risco de incêndio;
  • Performa – utilizada para reduzir ruídos em ambientes internos;
  • Performa RU – aplicada em áreas internas que necessitam de paredes resistentes a fungos, umidades e com capacidade para fixar cargas.

3. Isolamento

Devido às propriedades existentes no gesso (material encontrado no drywall), o sistema tem um bom nível de isolamento térmico e acústico. Contudo, com a implantação de determinados materiais isolantes (como a rocha, vidro e lã), o desempenho termoacústico se eleva ainda mais. O resultado é um ambiente que gera bem-estar, qualidade de vida e conforto.

4. Acabamento

Para um acabamento bonito, é necessário que a área – na qual as placas foram fixadas – esteja bem lixada e limpa. Também aplica-se a massa e a fita, unindo as placas. Após algumas horas, com as paredes secas, se aplica uma massa corrida para finalizar o acabamento. O visual fica ótimo.

Dúvidas frequentes sobre Drywall

Drywall o que é

Apesar das vantagens apresentadas, muitas pessoas têm dúvidas sobre o sistema drywall. Para sanar esses questionamentos e derrubar mitos, a seguir, respondemos as principais perguntas feitas sobre o drywall.

Drywall é resistente ou frágil?

Há quem diga que o drywall é um material frágil. Embora a espessura das placas seja fina, o material é resistente a tremores, vibrações e impactos. Também permite a instalação de portas, janelas e, como dito, móveis, prateleiras e nichos. Quando a instalação do drywall é feita por profissionais qualificados e segue as normas da ABNT, a resistência fica ainda maior.

Quanto tempo dura uma parede de drywall?

Seguindo as boas práticas de instalação, a durabilidade do drywall é indefinida. Algo que também ajuda na durabilidade e vida útil do material é a manutenção e reformas regulares – se necessário.

Pode aplicar Drywall em áreas úmidas?

Sim, pode-se instalar o drywall em áreas úmidas, como banheiros e cozinha. No entanto, o material precisa receber um tratamento especial para resistir a umidade existente nesses locais. As placas ideais para áreas úmidas são RU ou verdes. Elas são desenvolvidas com uma fórmula hidrofugante, ou seja, repelem a água, respingos ou vapor condensado.

Pode pendurar objetos em paredes de drywall?

Como dito no tópico anterior, respeitando o limite de 60 kg, as paredes de drywall suportam a instalação de objetos e móveis. Vale lembrar que é necessário seguir as especificações do fabricante quanto à posição, tipo de bucha fixada nos montantes etc.

Qual o preço do drywall?

De forma geral, o drywall costuma ser um pouco mais caro do que o valor gasto com a construção de paredes tradicionais. Segundo estimativas do site habitissimo, o custo médio do metro quadrado do drywall varia entre R$ 45 e R$ 140. Os profissionais cobram, em média, R$ 1.593 pelo serviço, podendo chegar a R$ 3.200.

Porém, existem alguns fatores para considerar que podem compensar o valor mais elevado do drywall. Por exemplo: tempo menor de execução, diferença no custo dos materiais de construção para paredes molhadas, quantidade de mão-de-obra necessária e não desperdício de materiais.

Onde comprar drywall?

Existem empresas fabricantes que disponibilizam o drywall tanto em lojas físicas como por meio de pedidos online. No entanto, é importante haver uma pesquisa sobre a empresa, a qualidade do material produzido e a conformidade com as normas técnicas vigentes. Dessa forma, a obra terá um bom acabamento, durabilidade e resistência.

Pode aplicar manta térmica em drywall?

Com certeza! A instalação de uma manta térmica nas paredes drywall aumenta o conforto, equilibra a temperatura interna e reduz os ruídos vindos de lugares externos. Além disso, em alguns casos, a manta térmica elimina ou reduz a necessidade de utilizar ventiladores, ar-condicionado, climatizadores e aquecedores elétricos.

Esses benefícios fazem com que o drywall instalado com a manta térmica possa ser usado em diversos tipos de construções: residências, indústrias, estabelecimentos comerciais, hospitais, escolas e escritórios. No mercado, o melhor material isolante é a manta térmica 3TC.

Uma vez que, atua nas três principais formas de transferência de calor: radiação, condução e convecção. Isso é possível graças a eficiência do poliestireno expandido (EPS) que barra 97% dos raios infravermelhos e é utilizado até mesmo pela Nasa.

O resultado é uma construção que entrega qualidade de vida e beleza para os frequentadores. Além disso, em termos financeiros, oferece o melhor retorno sobre o investimento (ROI) em curto, médio e longo prazo.

Conheça mais sobre a 3TC e confira mais conteúdo do nosso blog!

Enfim, o drywall é uma revolução na área de construção civil. Seguindo as dicas dadas neste artigo, temos certeza de que a instalação do material será bem sucedida.

Gostou do nosso artigo? Quer continuar bem informado? Então, acesse o nosso blog e leia outros conteúdos valiosos publicados. Conheça a 3TC! Entre em nosso site e veja os serviços e produtos isolantes que oferecemos.

2 Comentários

  1. Oi boa tarde! Gostei muito do texto e das informações sobre a manta térmica. Gostaria de saber o preço por metro quadrado, pq tenho um telhado de Eternit e quero forrar, ele é muito quente, especialmente aqui em Salvador. Desde já agradeço a atenção!
    Vânia

    1. Olá, Vania! Obrigada pelo seu comentário e interesse pelo 3TC! Para fazer um orçamento é necessário passar pela nossa equipe comercial. Irei deixar nossos canais de atendimento para que você possa entrar em contato com nossos especialistas para tirar suas dúvidas! Pode fazer por esses mesmos canais:

      Whatsapp: https://www.3tc.com.br/whatsapp/

      Telefone: (31) 3568-0513

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *